Geral

É Pa ciência


7 de Abril de 2020

Eu pego carona no Corona (infame, mas vai rimar)
Para pode poetar
E antes que vire zona
Minha verdade colocar

Phygital é babaquice pra se dizer figital
E híbrida é a laranja da tangerina final

Quero um Super-herói que me salve a quarentena
Uma Mulher Maravilha ou um Thor de Ipanema
Um Nerd do Silício
Ou um estudante de Alfenas

Quero humanas respostas que algoritmos não darão
Porque só pensam o que pensamos e isso não dá certo não

Quero abraçar os amigos, beijar os amores de sempre
Comer a maçã que liberta novamente
Alguém que não cale e comente
Porque o importante é gente

Sem trabalho, resta a vida e seu trabalho de viver
Insista na saída. Ela pode ser você

Esse artigo diferente propõe uma reflexão. E se você algo ainda sente, quem sabe, uma canção.

Não é o momento exato pra se vender ciência. É um momento raro, como a vida, para se ter.

PACIÊNCIA!

Mesmo quando tudo pede um pouco mais de calma
Até quando o corpo pede um pouco mais de alma
A vida não para

“Mesmo quando tudo pede um pouco mais de calma
Até quando o corpo pede um pouco mais de alma
A vida não para.
Enquanto o tempo acelera e pede pressa
Eu me recuso faço hora vou na valsa
A vida tão rara

Enquanto todo mundo espera a cura do mal
E a loucura finge que isso tudo é normal
Eu finjo ter paciência
O mundo vai girando cada vez mais veloz
A gente espera do mundo e o mundo espera de nós
Um pouco mais de paciência

Será que é o tempo que lhe falta pra perceber
Será que temos esse tempo pra perder
E quem quer saber 
A vida é tão rara (tão rara)

Mesmo quando tudo pede um pouco mais de calma
Mesmo quando o corpo pede um pouco mais de alma
Eu sei, a vida não para 
A vida não para não

Será que é tempo que me falta pra perceber
Será que temos esse tempo pra perder 
E quem quer saber
A vida é tão rara (tão rara)
Mesmo quando tudo pede um pouco mais de calma 
Até quando o corpo pede um pouco mais de alma
Eu sei, a vida não para
A vida não para não
A vida não para

A vida é tão rara”

Inspirado pela música Paciência de Lenine.

 

 

Tags: artigo | tony-coelho | Coronavírus | Covid-19