VAREJO

VAREJO

TROC abre loja fixa em Curitiba

TROC abre loja fixa em Curitiba

Este canal é patrocinado por
Este canal é patrocinado por


26 de Abril de 2022

A TROC, startup de compras e vendas de peças usadas em ótimo estado, inaugurou na semana passada seu segundo espaço físico, agora em Curitiba, no Shopping Pátio Batel. 

Leia também: Nissin Miojo lança sabores Beijinho e Chocolate

A marca que, há pouco tempo, inaugurou uma loja fixa em São Paulo, na Oscar Freire, localizada dentro da loja da Alme, também do grupo Arezzo&Co, decidiu investir no varejo off-line, trazendo uma experiência omnichannel para seus consumidores, que agora têm a opção de compra e venda das peças por meio do site, WhatsApp da marca ou nas lojas físicas.

A startup abriu duas flash pop-ups no último ano em Curitiba, com a intenção de trazer a experiência física da TROC e entender a aceitação deste formato pelo público. Os resultados motivaram o investimento em um espaço fixo, isso porque, no período das lojas temporárias, a companhia registrou um aumento de 160% de novas compradoras  no online  e, ainda, um crescimento de 50% no fluxo de usuários no site no período em que estavam com as pop-ups operando, ambos os números referentes à praça de Curitiba. 

“Esses números reforçam a nossa vocação para o omnichannel. Somos lojas phygital, que é a união do físico com o digital. Além disso, outro diferencial das nossas lojas físicas é que funcionaremos como um hub de captação e distribuição das TROCBAG's. Com o ponto físico, localizado em uma região privilegiada de Curitiba, facilita o acesso não somente de novos compradores, como também, o contato com as nossas vendedoras”, comenta o head de Varejo da TROC, Francisco Gil.

Curitiba e São Paulo são as duas praças com melhor aderência para compra e venda de peças para a marca. De acordo com levantamento interno, Curitiba representa 20% dos compradores da TROC e 32% das vendedoras. A loja física tem 105m² e mais de mil  peças de marcas selecionadas e disponíveis para venda. 

“Nosso mote é que a roupa mais sustentável é a que já existe, por isso, uma das razões de termos escolhido abrir o nosso segundo ponto fixo em um shopping é para desmistificar a visão que muitos ainda possuem em relação à moda circular”, comenta a CEO da TROC, Luanna Toniolo.

Tags: Curitiba Moda arezzo troc vestuario