PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

99 faz tributo a motoristas parceiras com painéis

99 faz tributo a motoristas parceiras com painéis


11 de Março de 2022

Somente 35% das carteiras de motoristas expedidas no Brasil são de mulheres, que representam 21,5% entre todas as pessoas que dirigem de maneira legal por ruas e estradas brasileiras, de acordo com o Denatran.

Leia também: Americanas virou 'Brasileiras' no Dia da Mulher

E não é apenas atrás do volante que elas têm pouca representação. Um estudo realizado pela empresa 99 também revelou que apenas 20% das ruas das cidades possuem nomes femininos.

Para modificar essa lacuna na representação feminina, a 99 convocou artistas mulheres para retratar as motoristas parceiras da plataforma em painéis de arte urbana espalhados por seis cidades brasileiras.

O projeto iniciou nesta quarta, 09 de março, como uma reflexão da necessidade de tratar sobre o assunto no decorrer do ano inteiro, e não apenas no Dia Internacional das Mulheres.

Desenvolvida pela 99 e com criação da CP+B, a ativação integra as ações que a empresa tem desenvolvido de maneira constante desde 2019 focada na representatividade feminina e em fazer com que a reflexão sobre a participação das mulheres nos espaços públicos continue ativa.

A campanha também inclui o Instagrafite, que trabalha há nove anos na área da arte pública, criando e produzindo projetos que conectam marcas ou causas com pessoas pela arte e tecnologia.

“Estamos acostumadas a ver iniciativas voltadas às mulheres que se iniciam e terminam no dia 08 de março. Na 99 nós levamos essa conscientização adiante, atuando o ano todo em ações diversas para o público feminino. A ideia de arte urbana está alinhada com essa cultura, uma vez que as artes ganham visibilidade para além de uma data pontual, além de representarem as motoristas parceiras, que são mulheres que, diariamente, já estão tornando as cidades mais femininas”, afirma Juliana Biasi, diretora de Marketing da 99.

Os painéis vão estampar espaços públicos em São Paulo (SP), Campinas (SP), Rio de Janeiro (RJ), Recife (PE), Salvador (BA) e Porto Alegre (RS) e serão pintados durante este mês.

Em São Paulo, a obra fica em uma das empenas do Elevado Presidente João Goulart, o famoso “Minhocão”, um dos lugares mais famosos da capital paulista, por se tratar de uma importante conexão viária da cidade, por onde passam várias pessoas que procuram lazer aos domingos, e um palco já comum nas intervenções artísticas

“Em um país ainda marcado pela hegemonia masculina, é fácil imaginar as razões que levam a profissão de motorista ser tão pouco considerada por mulheres que buscam um ganho para seu sustento. Por considerar a luta pela igualdade de gênero uma bandeira, a ideia de um painel fixo é justamente marcar a importância do empoderamento feminino não é sobre o dia 08 de março e sim sobre todos os dias. Por isso, queremos que cada dia mais mulheres assumam as direções de suas vidas e dos seus carros”, conclui Juliana.

Motorista homenageada em SP

Jaqueline Ramos Silva é motorista parceira há quatro anos e uma das homenageadas pela 99. Ela foi selecionada para fazer parte do movimento #ElasChegamJuntas, outra campanha do 99 Mais Mulheres, que tem como meta trazer mais segurança, liberdade e autonomia para motoristas parceiras e passageiras.

Diariamente, Jaqueline inicia sua jornada às seis horas da manhã e percorre 100 quilômetros por dia pela cidade de São Paulo.

Ela tem formação em produção audiovisual, trabalhava com cinema, mas resolveu ser motorista de aplicativo após uma depressão causada por uma crise profissional.

“As pessoas sempre falaram que eu dirigia bem, então pensei: Por que não?”, revela.

Ao fazer corridas pela 99, ela conseguiu se reerguer economicamente, emocionalmente e descobrir outras habilidades.

“Conforme fui trabalhando comecei a perceber que tinha uma escuta empática e fiz curso de psicanálise. Agora já vou começar a atender, mas não pretendo parar de dirigir porque ser motorista de aplicativo me oferece uma renda para que eu possa continuar fazendo outras coisas que gosto”, ressalta.

Jaqueline é a homenageada do primeiro painel a ser concluído, que terá a assinatura da artista visual Bea Corradi, paulistana de 35 anos que já usa seu trabalho como ferramenta de diálogo a assuntos relacionados ao universo da mulher.

"O compromisso da 99 por mais mulheres nas ruas vai além da ocupação do espaço físico, é também sobre enaltecer as histórias e a força das mulheres que vão ocupar esses locais. Acreditamos que trazer à luz as histórias de vida dessas mulheres também é dar espaço", acrescenta Luciana Cardoso, ECD da agência CP+B Brasil.

Há anos a 99 é líder em iniciativas por mais visibilidade e representação das mulheres nas cidades.

Em 2021, a plataforma lançou a campanha “Por Cidades Mais Femininas”, com o objetivo de trazer à tona o debate sobre a importância de tornar os espaços públicos mais femininos.

Um dos desdobramentos da campanha foi a produção de um vídeo manifesto que mostrava a experiência de cinco mulheres de profissões e classes sociais diferentes, com experiências de vida importantes para a discussão do assuntos.

Essas campanhas se juntam a incontáveis ações do 99 Mais Mulheres, que começaram em 2019, como: o botão de denúncia contra violências em colaboração com o projeto Justiceiras, a doação de corridas para Delegacias das Mulheres, o 99Mulher e o +Mulher360.

“O direito à acessibilidade de ações empreendedoras, à mobilidade segura para trabalhar e se divertir deve abranger todas as pessoas, sejam elas passageiras, motoristas parceiras ou funcionárias da 99?, finaliza Juliana Biasi.

Tags: campanha 99 Dia-Internacional-da-Mulher mulheres mobilidade