MKT ESPORTIVO

MKT ESPORTIVO

Ab Inbev não é mais patrocinadora oficial de bebidas alcoólicas do SuperBowl

Ab Inbev não é mais patrocinadora oficial de bebidas alcoólicas do SuperBowl


25 de Junho de 2022

A AB Inbev era a única anunciante de bebidas alcoólicas do Super Bowl há mais de três décadas, fechando a exclusividade de categoria para cada edição desde 1989 - até agora.

Recentemente, a empresa por trás da Budweiser, Bud Light e Michelob Ultra anunciou que não renovará seu acordo de exclusividade para o Super Bowl 57, que a Fox transmitirá em 12 de fevereiro de 2023.

Leia também: Canal OFF vai para Saquarema na etapa Brasil do Mundial de Surfe

A NFL não planeja assinar um novo acordo de exclusividade com uma marca rival no ramo de bebidas alcoólicas Nenhum outro acordo deste tipo existe dentro de qualquer outra categoria de anunciantes para o Super Bowl.

Apesar de a Anheuser-Busch ainda planejar veicular anúncios no Big Game, sua decisão dá a concorrentes como Heineken e Molson Coors a opção de transmitir um comercial nacional no Super Bowl pela primeira vez desde os anos 80. 

A Diageo, patrocinadora oficial de bebidas destiladas da Liga Nacional de Futebol, também tem a oportunidade de comprar um espaço.

Spencer Gordon, vice-presidente de conexões ao consumidor da Anheuser-Busch, explicou a mudança de estratégia que permite à empresa implementar melhor seus investimentos em marketing ao longo do ano, tanto durante a temporada de futebol americano quanto nos meses de verão, quando os consumidores compram mais de suas bebidas.

"O Super Bowl é um grande momento para os consumidores, mas não necessariamente coincide com o momento chave de consumo para a indústria da cerveja", disse Gordon, que supervisiona a mídia, patrocínios e draftLine, a agência de criação interna da empresa.

"Estamos desenvolvendo nossos investimentos para que nossas marcas cheguem aos consumidores certos, no momento certo, no lugar certo, com as mensagens certas".

Gordon acrescentou que com a multiplicidade atual de telas e plataformas, a noção de exclusividade publicitária do Super Bowl não é tão essencial como era em 1989.

A movimentação da Anheuser-Busch se junta à de outras empresas como a Pepsico, que não patrocinará mais o Halftime Show do Super Bowl, uma grande festa no meio do jogo sobre a qual manteve os direitos durante a última década.

Tags: superbowl cervejas bebidas esportes NFL ab-inbev ambev ativacoes