MARTECHS

MARTECHS

Mevo quer descomplicar serviços de saúde

Mevo quer descomplicar serviços de saúde

Este canal é patrocinado por
Este canal é patrocinado por


1 de Abril de 2022

Como a transformação digital é tão importante para a saúde, se os médicos ainda estão prescrevendo as receitas no papel?

Há diversos problemas com a receita em papel como, na maior parte das situações, a indecifrável letra dos médicos, então por que não dar um passo importante com a receita digital?

Leia também: Netza&COSSISTEMA anuncia Fast Company em seu portfólio

Foram essas as perguntas feitas por Vinicius Lotti, head de marketing da healthtech de receita digital Mevo, para fortalecer o pensamento de que é possível melhorar esse processo de prescrição médica.

De acordo com os dados de mercado, mais de 90% do sistema de saúde ainda trabalha com papel no Brasil.

“É um oceano aberto de oportunidades”, afirma ele, que trabalha na empresa há menos de um ano, tendo sua última passagem pela BFerraz.

A healthtech, que surgiu em 2017 com o nome Nexodata, mudou de nome para virar uma marca “mais humana” e adotar uma linguagem mais simples, com o lema Mevo, mais saúde, menos complicação.

Lotti revela que com a aceleração digital causada pela pandemia, inclusive com o avanço da telemedicina, a empresa também aprimorou suas ferramentas e compreendeu que era a hora de fazer uma virada de chave com o rebranding da marca.

“A ideia é ser mais assertivo na comunicação. O discurso no mercado de saúde ou é muito sério, muito duro, técnico, ou é muito conceituai e acaba sendo genérico, sem falar muita coisa. A marca quer falar cada vez mais com os públicos B2B e B2C juntos. Porque é cada vez mais o conceito de customer centric, o consumidor no centro das estratégias, tudo em volta dos pacientes. A gente sabe que saúde vai deixar de ser um assunto técnico e se tomar mais pop”, destaca Lotti.

A identidade visual é assinada pela Marcas com Sal, agência focada em branding. O novo posicionamento foi apresentado ao mercado na última segunda-feira (28), com campanha 360º no digital, conteúdo, experience, eventos e mídia em veículos segmentados.

“A ideia é provocar reflexão do setor e mostrar que a Mevo quer descomplicar a saúde”, acrescenta Lotti.

Na opinião de Pedro Dias, cofundador da Mevo, o avanço exponencial da telemedicina ajudou a melhor compreender o quanto a prescrição é o elo entre as diferentes etapas do fluxo de saúde e como a sua digitalização é um dos principais caminhos para a transformação do setor. “Com isso, percebemos que existiam outras oportunidades de negócios que se conectam com a receita médica e decidimos ampliar o portfólio de produtos e a estratégia de negócios da empresa”, conclui Dias.

Entre as novas soluções, agora, quando o paciente recebe uma Mevo Receita Digital, além de poder usar sua receita presencialmente em qualquer farmácia do Brasil que tenha acesso à internet, ele também pode adquirir seus medicamentos on-line, pela interface mobile da Mevo.

A Mevo Receita Digital já emitiu quase 6 milhões de receitas digitais, solicitações de exames e encaminhamentos médicos para mais de 300 instituições de saúde.

Em 2021, recebeu uma rodada de investimentos de R$ 35 milhões, com participação do Meli Fund, Hospital Israelita Albert Einstein, Floating Point, F1R Capital e do “family office” do fundador da XP Inc., Guilherme Benchimol.

Tags: mevo rebranding healthtechs saude