LIVE MARKETING

LIVE MARKETING

Pepsi deixa Show do Intervalo no Super Bowl após dez anos

Pepsi deixa Show do Intervalo no Super Bowl após dez anos

Este canal é patrocinado por
Este canal é patrocinado por


30 de Maio de 2022

Do Ad Age

A Pepsi não renovou seu contrato de patrocínio para o Show do Intervalo do Super Bowl, interrompendo um projeto de marketing que já durava dez anos. A marca de bebidas confirmou nessa terça-feira, 24, que não estará no grande jogo da NFL no próximo ano.

A empresa explicou a decisão como o primeiro passo de uma “alteração estratégica muito maior” em relação à forma como apresenta as experiências de música e entretenimento aos fãs, embora tenha dado poucos detalhes desse plano.

(Crédito: Reprodução/YouTube)

Apesar de ter anunciado a saída da Pepsi do Show do Intervalo, a PepsiCo, controladora da marca, comunicou a extensão de outros acordos de patrocínios de outras de suas marcas com a NFL, como Gatorade e Frito-Lay.

A NFL ainda não anunciou o patrocinador substituto para o Show do Intervalo.

“A apresentação do intervalo do Super Bowl cresceu e se tornou o evento musical mais falado do ano e que oferece aquilo que os anunciantes mais desejam: o engajamento de uma audiência massiva, ao vivo”, declarou um porta-voz da NFL, em comunicado. “Como seria de esperar, recebemos uma grande quantidade de manifestações de interessados no intervalo e devemos anunciar o novo patrocinador em breve”, complementou.

A Pepsi estreou no intervalo comercial do Super Bowl em 2012, substituindo a Bridgestone. Ao longo desses anos, a marca promoveu 26 apresentações musicais no palco, de artistas que somam 167 prêmios Grammy.

A Pepsi conquistou nos últimos três anos o Brand Bowl, premiação do Twitter concedida à marca que domina as conversas da rede social durante o jogo da NFL. Na edição deste ano, o show patrocinado pela empresa contou com Dr. Dre, Snoop Dog, Eminem, Mary J.Blige, Kendrick Lamar e 50 Cent.

Em comunicado, a Pepsi disse ter “elevado e inovado” o show do intervalo durante seu período como patrocinadora, “impulsionando a conversa cultural e reescrevendo o roteiro de patrocínios tradicionais das marcas”.

“A decisão da Pepsi de deixar o show do intervalo é o primeiro movimento de uma mudança estratégica muito maior e sem precedentes, de como levaremos experiências de música e entretenimento aos nossos fãs – tanto agora quanto no futuro. À medida em que o entretenimento evolui e a forma como as pessoas consomem música muda, Pepsi pretende aparecer e se exibir, para garantir o nível de acesso dos fãs às experiências que eles esperam ter com a marca”, declarou a companhia.

Tags: live-marketing super-bowl pepsi melhores-da-semana refrigeraantes