INCENTIVO

INCENTIVO

Itaú cria série futurista mostrando transformações no setor bancário

Itaú cria série futurista mostrando transformações no setor bancário

Este canal é patrocinado por
Este canal é patrocinado por


16 de Abril de 2022

O Itaú Unibanco vai lançar nessa quinta-feira (14) uma série que mostra as transformações no setor bancário e como a mudança de comportamento dos colaboradores das instituições do setor é peça chave deste movimento.

A ação está inserida no projeto de Transformação do Varejo do Itaú, o iVarejo 2030, que tem como objetivo fazer a operação do banco mais simples, eficiente e com maior integração entre os canais físicos e digitais, garantindo comodidade e liberdade de escolha aos clientes.

Leia também: Solution Off ativa experiência imersiva inédita da Pixar

Com cenas filmadas em cenários futurísticos, além de agências e outros espaços físicos do banco, a produção Agente 2030 vai retratar situações reais, com equilíbrio entre o que é factível e o que é ficção.

A primeira temporada terá oito episódios, que serão oferecidos a todos os quase 100 mil colaboradores do Itaú, com foco especial em gerar conexão com os cerca 50 mil que fazem parte do segmento de varejo.

“Nossos colaboradores são fundamentais nesse processo de mudança pelo qual o banco está passando, e quando desenhamos o projeto iVarejo 2030, entendemos de cara que uma transformação dessa magnitude precisa começar dentro de casa. E para dar a dimensão do que ela significa, decidimos fazer uma comunicação de endomarketing inovadora, como nunca tivemos. Com nossa primeira série de ficção, levaremos mais uma opção de conteúdo de qualidade ao nosso público interno, mas de forma disruptiva. Assim, além de entreter, também vamos cumprir nosso objetivo de gerar conexão, com uma narrativa que faça sentido para cada pessoa que assistir”, destaca Eduardo Tracanella, diretor do Itaú Unibanco.

Para a criação de Agente 2030, o Itaú foi procurar referência em várias séries de sucesso e teve a parceria da Encenar Produções e da produtora Play9Action e, em cada episódio, trata sobre uma temática e um comportamento profissional diferente.

O elenco é composto por atores que refletem os atributos de diversidade cada vez mais presentes na instituição.

Além de se tratarem de pessoas de diferentes etnias e gêneros, os personagens se vestem de modo mais informal, fugindo do estereótipo que os bancários tinham no passado.

“O marketing mudou para acompanhar a sociedade, e o mesmo aconteceu com o endomarketing. Buscamos uma comunicação unificada, atraente e que desperte o orgulho de pertencer em nossos itubers. O que vale para a conversa com nossos clientes, vale também para os nossos colaboradores. E é por isso que queremos engajar o espírito de transformação deles, mas sem nos limitar a mais um conteúdo corporativo padrão: fizemos uma história agradável e que não é só sobre trabalho, ainda que esse atributo seja inserido de forma intrínseca e equilibrada. Nossa meta é ajudar a mudar o comportamento das pessoas enquanto elas se divertem e se entretêm, por meio de uma história baseada em dramas da vida real e apimentada com personagens cômicos”, acrescenta Tracanella.

O Itaú também criou uma plataforma exclusiva de streaming, em que os colaboradores do banco têm a oportunidade de acessar o conteúdo e ter uma experiência parecida com a de outras plataformas consolidadas, inclusive fora do horário comercial.

Como a narrativa de Agente 2030 não traz um teor corporativo, a série pode ser assistida como uma forma de entretenimento em família.

Na opinião de Delisiée Daheb, diretora criativa da Encenar, o desafio foi construir uma trama que criasse conexão real com as pessoas.

Com esse objetivo, buscaram inspiração em plataformas que fazem parte do hábito de consumo das pessoas.

“A resposta estava no nosso dia a dia, em plataformas de streaming consolidadas e presentes no cotidiano dos brasileiros. Criamos um conteúdo serializado e divertido, inspirado no que a nossa audiência já curte em sua casa, em seus momentos de lazer. Estamos muito felizes com o resultado desse projeto, tão ousado, e ansiosos para ver o impacto que causará nos colaboradores e clientes”, revela.

“O projeto Agente 2030 foi especial para a Play9Action, pois nosso desafio era uma entrega criativa e com percepção de valor equivalente a qualquer grande produção de streaming. O resultado foi gratificante, reforçando a Play9Action como uma produtora com grande diferencial no direcionamento estratégico das produções para as diferentes plataformas, sempre com o olhar voltado a qualidade do conteúdo e na conquista da audiência”, finaliza Tato Bono, Chief Production Officer (CPO) da Play9Action.

Tags: tecnologia Itau Bancos inovacao tendencias series colaboradores