ESG

ESG

Rede de fazendas urbanas BeGreen chega a SP

Rede de fazendas urbanas BeGreen chega a SP

Este canal é patrocinado por
Este canal é patrocinado por


5 de Julho de 2022

A rede de fazendas urbanas BeGreen, pioneira do setor na América Latina, abriu sua primeira unidade em São Paulo, para levar mais sustentabilidade e alimentação saudável à maior metrópole da América do Sul.

Leia também: Hering compensará o dobro de emissões de carbono do Festival Turá

Localizada no Plaza Sul Shopping, administrado pela holding Aliansce Sonae, a fazenda possui uma área produtiva de 570m² e capacidade de produção de 1.841,1 Kg/mês.

Isso equivale a 1,3 mil pés de hortaliças, entre alfaces, folhosos e temperos completamente livres de agrotóxicos, disponíveis aos consumidores da cidade todos os meses.

“Será nossa fazenda urbana de maior impacto em número de vendas e clientes. Depois de abrir sete unidades em grandes cidades, chegamos em São Paulo com a parceria da Aliansce Sonae, localização estratégica e alta tecnologia. Essa é uma cidade em que tudo se potencializa, o que é feito bem e o que é feito mal, por isso entramos nesse mercado no momento ideal, os cinco anos de experiência da BeGreen nos prepararam para isso”, afirma Giuliano Bittencourt, fundador e CEO da BeGreen.

“Estamos muito felizes por receber aqui a mais nova unidade da BeGreen. Somos um time inquieto e que busca trazer sempre novidades, aliando sustentabilidade, tecnologia e inovação que proporcionam experiências memoráveis para nossos clientes. Além das estufas, o espaço terá a Praça BeGreen, que em breve passará a oferecer diferentes atrações com foco, principalmente, em educação e bem-estar. Isso nos enche de orgulho e temos certeza da aceitação da nossa comunidade, bem como da chancela dos consumidores”, acrescenta Carlos Santos, superintendente do Plaza Sul Shopping.

A startup, desde seu lançamento, tem como propósito levar mais sustentabilidade e saúde para a população, através de fazendas em lugares de fácil acesso como shoppings.

Além disso, promove o debate do que é possível fazer, usando a tecnologia, para oferecer mais qualidade de vida, até em grandes centros urbanos, com soluções eficazes que impactam milhões de pessoas.

A nova fazenda urbana traz a Experiência BeGreen, onde o público pode participar de visitas livres, escolares e universitárias à estufa em que os alimentos são produzidos.

Com o acompanhamento de uma equipe educativa, os participantes aprendem sobre o modelo sustentável BeGreen e são convidados a colher e experimentar as hortaliças.

O espaço também conta com uma loja conceito, em que o público pode comprar hortaliças e artigos como produtos de limpeza naturais e veganos, sacolas ecológicas e produtos para jardinagem.

Nas fazendas urbanas BeGreen são produzidos sete tipos de alface, que incluem soft verde, soft roxa, mimosa verde, mimosa roxa, frisée verde, frisée roxa e crocante; nove tipos de folhosos, incluindo mostarda oriental, folha de beterraba, rúcula, couve pak choi, couve mizuna, espinafre, mostarda lisa, agrião e acelga colorida; além de temperos como manjericão basílico, coentro, cebolinha, orégano, basilicão roxo, salsa, tomilho e sálvia.

Os supermercados terão à disposição produtos 100% livre de agrotóxicos da BeGreen, oferecendo os melhores folhosos aos seus consumidores.

Os restaurantes também vão se beneficiar do espaço, pois com mais qualidade e sabor, as hortaliças chegam fresquinhas e crocantes, o que dá aos chefs e cozinheiros a oportunidade de elevar ainda mais seus pratos e receitas, oferecendo aos clientes opções mais saudáveis e deliciosas.

Fora isso, os estabelecimentos também garantem a disponibilidade dos produtos, uma vez que a produção é feita sem interferência de mudanças e variações do clima.

Primeira fazenda urbana da América Latina, a BeGreen também possui unidades em Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Goiânia, Salvador, Campinas, Osasco e São Bernardo do Campo.

No total, a rede possui 10,2 mil m² de área construída, capacidade de produção de mais de 24 toneladas mensais e produtividade média de 3,33 Kg/m².

Com cinco anos no mercado, a BeGreen coleciona prêmios de sustentabilidade, como o Latin American & Caribbean Shopping Center Awards (2017) e o VIVA Awards ICSC (2018), é parceira de empresas como Mercedes-Benz e iFood e seu fundador e CEO, Giuliano Bittencourt, tem o título Forbes Under 30 na categoria Tecnologia e Inovação (2020).

As hortaliças produzidas na fazenda urbana são cultivadas em estufas de alta tecnologia, consumindo 90% menos água do que o modelo convencional e, cultivadas sem agrotóxicos, fazem bem à saúde e ao meio ambiente.

A produção é próxima da mesa do consumidor, que recebe hortaliças recém-colhidas, resultando em baixa emissão de carbono no transporte e só 2% de perda da produção, enquanto em outros tipos de entrega essa perda pode alcançar 40%.

A tecnologia BeGreen possibilita uma produção 28 vezes maior do que o cultivo convencional, e em um espaço muito menor.

Com sementes selecionadas, as plantas são cultivadas por hidroponia, em que as raízes se desenvolvem na água, em soluções que recebem os nutrientes naturais necessários para que cresçam com saúde.

Os volumes de água e nutrientes injetados nos canais da plantação são controlados de modo automatizado, tal como o sistema de climatização, garantindo exposição à luz e temperatura perfeitas para as mudas, sem interferência das mudanças repentinas de clima.

Tags: begreen sustentabilidade meio-ambiente organicos produtos-organicos fazenda-urbana