ESG

ESG

Corona vai reciclar 287 milhões de garrafas plásticas

Corona vai reciclar 287 milhões de garrafas plásticas

Este canal é patrocinado por
Este canal é patrocinado por


10 de Junho de 2022

A cerveja Corona, para marca este mês do Dia Mundial do Meio Ambiente (05/06) e do Dia Mundial dos Oceanos (08/06), divulgou uma nova ação na luta contra a poluição plástica, em que para cada long neck da marca adquirida pelo consumidor, a Corona vai reciclar o equivalente a uma garrafa de plástico

A marca da Ambev vai destinar também em 2022 os recursos para que mais de 5 mil toneladas de plástico sejam recicladas, o que representaria mais de 287 milhões de garrafas descartáveis de 500 ml.

Leia também: Polar incentiva uso de retornáveis nos bares de Porto Alegre

A mensagem de Corona leva o lema 'Imagine um mundo sem plástico', para convidar o público a se engajar na luta contra a poluição plástica. Para levar esse posicionamento adiante, a cerveja criou uma intervenção artística na praia de São Conrado, no Rio de Janeiro, escrevendo-a em letras gigantes usando cerca de 400 quilos de plástico recolhidos durante limpezas de praia na cidade. 

A intervenção teve assinatura do artista e designer de upcycling Davi Rezende, que trabalha com projetos direcionados à ressignificação do lixo. A partir dessa imagem impactante, Corona convoca a sociedade a direcionar sua atenção ao problema e seu impacto na natureza.

A Corona já realiza ações em sustentabilidade há bastante tempo, pois a marca tem um compromisso e uma atuação de longa data nesse território. É por essa razão que, na obra-manifesto, um QR Code ainda leva o público ao portal ProtectParadise.com, em que é possível saber mais sobre as diversas iniciativas de sustentabilidade da marca, incluindo limpezas de praias, o primeiro Torneio de Pesca de Plástico realizado no começo deste ano e as novas garrafas retornáveis da cerveja, que até 2023 vão substutuir as long neck atuais.

“Como uma cerveja que nasceu na praia, Corona se empenha em ajudar a proteger os oceanos da poluição plástica. Também somos a primeira marca global de bebidas neutra em resíduos plásticos de acordo com as Diretrizes Corporativas de Gestão de Plásticos 3RI da consultoria internacional líder em soluções de sustentabilidade South Pole, recuperando mais desse tipo de material da natureza do que utilizando-o em nossa cadeia de produção e distribuição”, revela João Pedro Zattar, head de marketing de Corona

“Seguimos avançando na nossa atuação em sustentabilidade, em mais uma demonstração do nosso compromisso e da nossa ambição em ser não apenas a marca de cerveja mais sustentável da Ambev, mas também do Brasil”, acrescenta.

“Na Ambev, temos uma sólida agenda de ESG e um compromisso com a sustentabilidade. Assim como Corona, que fortalece nossa jornada e levanta essa bandeira tanto internamente quanto no mercado de cervejas, a companhia também se preocupa com o destino que as embalagens têm após o consumo do produto em si”, detalha Rodrigo Figueiredo, vice-presidente de Sustentabilidade e Suprimentos da Ambev

“Por isso, até 2025, 100% dos produtos da Ambev deverão estar em embalagens retornáveis ou que sejam majoritariamente feitas de conteúdo reciclado. Nessa mesma frente, o Brasil é o primeiro mercado da América do Sul a receber as long necks retornáveis de Corona, que até 2023 terão distribuição nacional substituindo as garrafas disponíveis hoje”, completa ele.

Apesar da meta de embalagens circulares, em 2020 a cervejaria, foi além e assumiu publicamente no Brasil o compromisso de eliminar a poluição plástica de suas embalagens também até 2025. 

Assim, além de trabalhar nas frentes de embalagem retornável, a Ambev iniciou fortemente um trabalho com várias frentes e iniciativas, com foco expressivo na inovação.

Desde 2014 no mercado local, Corona também tem assumido um papel de liderança com uma série de iniciativas de sustentabilidade, como a limpeza de mais de 1,2 milhão de m² de praias e a coleta de mais de 5,4 toneladas de lixo no Brasil e ainda um projeto de coleta e reciclagem de vidro na Chapada dos Veadeiros (GO), que já coletou, processou e reciclou mais de 64 toneladas do material. 

No começo do ano, a marca também sediou o primeiro Torneio Global de Pesca no Brasil, China, Israel, África do Sul, Colômbia e México, em que retirou 5 toneladas de lixo plástico dos oceanos e apoiou pescadores locais que contribuíram para a ação.

Tags: Cerveja-Corona mkt-social