DIGITAL

DIGITAL

Jellysmack investe em projeto que licencia vídeos antigos do YouTube

Jellysmack investe em projeto que licencia vídeos antigos do YouTube

Este canal é patrocinado por
Este canal é patrocinado por


7 de Julho de 2022

A Jellysmack, empresa global que desenvolve criadores de vídeo por meio de tecnologia proprietária, acaba de firmar parceria com cinco criadores de conteúdo para seu Programa de licenciamento de catálogo do YouTube.

JVNQ, Clone, Gaba, Mandy Candy e Rapha Bartowski agora fazem parte do grupo de creators que receberão capital para financiamento de novas ideias de negócios, desenvolvimento de marca e criação de conteúdo em troca do licenciamento de sua biblioteca de vídeos.

Rapha Bartowski, Gaba e Mandy Candy já faziam parte do Programa de Criadores da startup francesa. Juntos, os youtubers somam mais de 16 milhões de inscritos em seus canais. O Programa de licenciamento da Jellysmack é a maior iniciativa deste tipo no mundo.

O modelo oferece aos criadores um aporte inicial para que possam dar os próximos passos no crescimento de seus negócios sem abrir mão de qualquer participação em sua propriedade intelectual, marca ou novos empreendimentos.

Os investimentos individuais podem chegar a até US$ 50 milhões por criador. 

"Atualmente, na economia dos criadores, a rentabilidade financeira se baseia em publicidade com marcas e monetização por meio dos algoritmos das redes sociais. O programa de licenciamento da Jellysmack chega para quebrar esses paradigmas e inaugurar um novo formato para criadores de conteúdo, que passam a receber aportes de investimentos para evoluírem seus projetos", analisa Bruno Belardo, country manager da Jellysmack no Brasil, comemorando as novas parcerias e explicando que o programa inaugura um novo modelo de negócio na Creator Economy.

O grupo de criadores assinados no último mês é formado por youtubers de diferentes nichos e que possuem bibliotecas recheadas de conteúdos de valor. João Victor Negromonte Queiroz, mais conhecido por JVNQ, é um gamer pernambucano que produz conteúdo no formato gameplay para o YouTube.

Atualmente, tem 6.07 milhões de inscritos na plataforma. Clone, por sua vez, cria vídeos que giram em torno da temática do sobrenatural e do macabro. Seus vídeos incluem ele e amigos fazendo rituais e em tentativas de comunicações sobrenaturais, navegando e comprando coisas na deep web. 

Amanda Guimarães, conhecida como Mandy Candy, é uma criadora de conteúdo natural de Gravataí, interior do Rio Grande do Sul, que fala sobre moda, beleza, sua rotina e vivências como uma mulher trans.

Mandy é dona de um dos maiores canais do YouTube do mundo liderado por uma pessoa da comunidade trans. Gabriel Bruno, ou Gaba, produz vídeos provando e comparando diferentes tipos de comida. Em seus conteúdos, ele compara refeições de restaurantes famosos e com ticket médio alto com as de locais mais acessíveis, por exemplo, assim como compara restaurantes bem avaliados com aqueles com avaliações ruins.

Rapha Bartowski é um YouTuber brasileiro famoso por seus vídeos de reacts sobre o universo da beleza, com foco em procedimentos capilares. De reação a cortes químicos à colorações que não deram certo, Rapha se conecta com o público através de uma linguagem cativante, comentários engraçados e bem informados sobre o assunto.

Considerando os próximos passos da startup, Belardo afirma que o plano é manter o foco no Programa de Criadores e no Programa de licenciamento de catálogo, a fim de chegar a US$ 750 milhões investidos em creators até o fim de 2022. O objetivo da Jellysmack no mercado latino-americano é, ainda neste ano, firmar parcerias com pelo menos 80 criadores, sendo 40 deles no Brasil.

Tags: Youtube redes-sociais melhores-da-semana videos jellysmack