CRYPTO

CRYPTO

Carnaval do Rio chega ao metaverso com NFTs das 'Mulheres do Samba'

Carnaval do Rio chega ao metaverso com NFTs das 'Mulheres do Samba'

Este canal é patrocinado por
Este canal é patrocinado por


29 de Abril de 2022

O carnaval de 2022 do Rio de Janeiro está prestes a acabar, mas só no mundo físico. Isso porque a maior festa do povo chegou no metaverso.

O maior camarote do sambódromo carioca, o Nosso Camarote, anunciou nesta sexta-feira (29) que firmou uma parceria com a empres Femtech Iara Land para ter seu próprio espaço no metaverso Decentraland.

Com a iniciativa, o camarote torna-se o primeiro do carnaval brasileiro a ter presença no ecossistema Web 3.0.

Camarote do sambódromo no metaverso

Conforme informou o Nosso Camarote, nos mundos virtuais, os usuários poderão percorrer os corredores do Camarote sem sair de casa.

Além disso, poderão ver a exposição da coleção de NFTs “Mulheres do Samba”. 

De acordo com o comunicado, a coleção homenageará inicialmente Leci Brandão, Clementina de Jesus, Leny Andrade e Áurea Martins com artes digitais. Serão quatro artes digitais exclusivas, com 10 tokens únicos de cada.

Os NFTs estarão à venda na plataforma OpenSea durante o Desfile das Campeãs que será realizado neste sábado (30).

Os comparadores terão a opção de adquirir as artes digitais autenticadas com a criptomoeda Ether (ETH). Mas também haverá opções de pagamento em cartão de crédito.

Musa do camarote é avatar

Outra novidade anunciada pelo Nosso Camarote é a “musa digital” Princess AI (Aiana), que será na forma de avatar.

A musa foi desenvolvida pelo designer digital Cairê Moreira em parceria com a BRIFW. Seu look foi inspirado no estilo punk digital com o abadá oficial do camarote.

Os convidados do camarote também puderam experimentar os looks do avatar de forma digital. Isso porque o camarote criou filtros de realidade aumentada em parceria com os artistas Mary the Hawk, Sonni, Priscila Nassar e Gamashoo.

“O Carnaval se relaciona muito com história e com tradição. Mas também pode apontar para o futuro: essas novas tecnologias de metaverso, NFTs e realidade aumentada nos trazem outras oportunidades de experimentar a arte, a moda e o carnaval. As possibilidades são infinitas e temos que estar atentos a essas novas tendências”, afirmou Carol Sampaio, sócia do Nosso Camarote.

Carnaval entra na Web3

Além do camarote, duas escolas de samba do Rio de Janeiro também lançaram seus próprios NFTs.

Conforme noticiado pelo CriptoFácil, a campeã 2022 Acadêmicos do Grande Rio e a sétima colocada Estação Primeira de Mangueira lançaram suas próprias coleções de itens digitais.

A iniciativa foi resultado de uma parceria das agremiações do Grupo Especial com a empresa IDG, sediada na Califórnia, Estados Unidos.

Tags: metaverso nfts