LIVE MARKETING

LIVE MARKETING

Parecer ser seguro ou a síndrome da aglomeração?

Parecer ser seguro ou a síndrome da aglomeração?


20 de Janeiro de 2022

Eventos são encontros de comunidades. E nestes últimos 24 meses tem sido mais fácil estas comunidades se encontrarem virtualmente do que presencialmente. 

A montanha russa que o setor de eventos tem vivido nestes meses não encontra paralelo em nenhum outro momento da história do setor. 

Fechou tudo (coerência no 1º pico da pandemia) Vai durar uns 3 meses no máximo (ingênuos em ação em 2020) Daqui a pouco abre (visionários pensando) Mas pera ai tem uma lei proibindo de abrir (elucidações legislativas) Revogou, agora vai (otimismo no setor 1ª expo retomada em Outubro de 2020).

Leia também: Metaverso vem ai! Você já está pronto?

Fechou tudo (constatação da má gestão sanitária) Mas agora tem vacina (visionários otimistas vendo luz no final do túnel) Mas tem que ser rápido para eventos acontecerem de novo (Viva o SUS!) Legislação revogada, população se vacinando, agora vai! (otimismo novamente 2ª expo retomada em Santos) 

Ufa parece que está acabando (visionários cansados vendo o fim do túnel) Meu deus do céu, tudo de novo (incrédulos vivenciando o passado) O que está faltando agora??? (Olá 2022)

ESTA É A PERGUNTA: O QUE ESTÁ FALTANDO AGORA?
Legislação ok, Vacinação ok, confiança?? Hum, Houston we got a problem...

A montanha russa do setor de eventos está subindo a pior das quedas. A queda da confiança

Confiança de todos envolvidos. Dos governantes que ainda confundem aglomerações com eventos que induzem a economia. 

De organizadores que achavam que se respeitassem os protocolos existentes as pessoas viriam (expositores e visitantes). 

Dos participantes dos eventos que estavam “loucos” por uma experiência e viram que as aglomerações são sim parte do problema. Pausa para pensar....

SE ESTÁ FALTANDO A CONFIANÇA O QUE PRECISA SER FEITO?
Governantes não culparem o setor de eventos pela crise sanitária que vivemos

Todo mundo se vacinando 3ª,4ª,5ª dose, quantas forem necessárias

Todo mundo sendo empático e mostrando os passaportes de vacinação a quem solicitar

Todos os organizadores de eventos respeitando e implementando protocolos

Todos os participantes de eventos tendo a consciência de evitar aglomerações

NÃO PARECE MUITO DIFÍCIL. É UMA QUESTÃO DE EXECUÇÃO E NÃO DE DISCUSSÃO
Agora neste momento o setor de eventos tem que se mostrar seguro novamente
Seguro das suas ações. 

Seguro do que sabe oferecer. Seguro de que todos entendam isso

Demonstrar de forma ostensiva que respeitamos protocolos e acreditamos em vacinação
Parecer ser seguro é a nossa missão

Mostrar isso para todos envolvidos é a ação a ser feita
Termos certeza que os governantes não vão generalizar novamente que as aglomerações são um sinônimo de eventos uma necessidade urgente. 

Eles precisam verbalizar isso corretamente
Setor de eventos não pode ser o bode expiatório desta situação toda. 

Eventos são uma atividade comercial como os shopping centers, o metrô, os restaurantes.
Sabe aquela empresa que está quase falindo e os gestores falam “Corta o cafezinho!!”
Pois é.....

RECUPERAÇÃO DA SEGURANÇA É A NOSSA PRÓXIMA E ÚLTIMA QUEDA NESTA MONTANHA RUSSA MALUCA QUE VIVEMOS NESTES ÚLTIMOS MESES. Que assim seja!

e para deixar bem claro: #somosgregários #eventospresenciaisforever, #colaboraçãoéanossapraia, #futurohíbridovirtual #eventosaoseguros #futuroseguro
Afinal o LIVE MARKETING não é para os fracos!

Tags: setor-de-eventos feiras eventos melhores-da-semana