LIVE MARKETING

Indústria da hospitalidade x Eventos


4 de Setembro de 2021

Eventos são encontros de comunidades. Serão híbridos/virtuais com certeza. Este “hibridismo” vai oferecer possibilidades de expansão das audiências e não será um substituto aos eventos presenciais. Será um complemento tecnológico muito útil.

Hoje vou fazer uma outra reflexão fundamental neste momento de retomada do setor. Como a indústria da hospitalidade está se preparando para os eventos depois da pandemia?

Como indústria da hospitalidade eu falo basicamente dos locais nos quais são realizados os mais diversos tipos de eventos. Estou falando de centro de convenções, expo centers, hotéis e bufês. Mas também falando de coworkings, estúdios, casas de espetáculos, enfim, um local que possa ser alugado por um período determinado e que possua a infraestrutura necessária para acomodar um evento. 

Viu como esta definição é ampla? Um evento pode acontecer praticamente em qualquer lugar que possua estas características básicas. 

Com o impacto dos formatos híbridos (parte presencial + parte virtual) estas opções de locais ficam um pouco mais restritas, mas se abrem oportunidades muito bacanas de novos negócios. Veja só....

Para realizar um evento híbrido será necessária uma conexão consistente de internet e regularidade total no fornecimento de energia. Pode parecer simplório e fácil falar isso, mas eu acredito que pelo menos 50% dos locais de eventos não atendem estas características padrão básicas (conexão poderosa a internet e fornecimento intermitente de energia elétrica).      

Como assim 50% ficam de fora? Isso mesmo.... metade dos locais possíveis para realização dos eventos híbridos não tem uma conexão poderosa de internet (não vale aquele modem de Wi-Fi comprado na amazon.com ou na rua santa Efigênia, tá??).

Por incrível que pareça, tem gente ainda cobrando este acesso à internet e a energia como “adicionais”, a locação. 

Durante a pandemia muito se falou sobre o futuro dos eventos. Eu, pessoalmente, acredito que teremos muito mais eventos com as possibilidades híbridas que se oferecem agora. É a tal da conveniência ganhando espaço. 

Mas não podemos esquecer da convivência que será cada vez mais necessária e relevante. Será que o setor de hospitalidade está preparado para esta tendência? Ou os hotéis ainda estão oferecendo “Wi-Fi à disposição na sala de reuniões”?  

Os centros de convenções ainda estão cobrando pelo acesso à internet e te passando um contato do fornecedor de geradores? E os coworkings ainda estão oferecendo só contratos mensais com custo por estação de trabalho?  

Coworkings têm espaços para eventos? A combinação da tendência dos eventos híbridos com espaços preparados tecnologicamente para recebê-los é poderosa. Mas será que está ocorrendo? O que falta para esta conexão estratégia mais entrega se concretizar?  

Eu ainda vejo os eventos muito despreparados para atender as audiências duplas (presencial e virtual). No máximo um streaming do conteúdo e olhe lá?

Quais serão as reais necessidades de infraestrutura dos eventos híbridos? O que isso difere da infraestrutura quando os eventos eram somente presenciais?  Muita coisa vem por aí...

Para deixar bem claro: #somosgregários #eventospresenciaisforever, #colaboraçãoéanossapraia, #futurohíbridovirtual

Afinal, o live marketing não é para os fracos!

 

Foto: Reprodução.

Tags: artigo | live-marketing | melhores-da-semana | paulo-octavio-pereira-de-almeida