LIVE MARKETING

LIVE MARKETING

Eventos: Síncronia ou Assíncronia?

Eventos: Síncronia ou Assíncronia?

Este canal é patrocinado por
Este canal é patrocinado por
); ?>


17 de Maio de 2022

Eventos são encontros de comunidades. No passado recente as comunidades se encontravam majoritariamente em ações presenciais. Neste momento pós pandemia a tecnologia está ampliando estas possibilidades e os acessos remotos e virtuais já são uma realidade para o setor de eventos.

Mas existe uma discussão entre os especialistas do setor que gostaria de explorar um pouco mais. Ante disso preciso aprofundar os dois conceitos do título deste artigo:  SÍNCRONIA “são  fenômenos/fatos/ações que ocorrem simultaneamente “, ou seja um evento com mais de uma sala e as ações acontecendo ao mesmo tempo, mas em locais físicos separados por exemplo . ASSÍNCRONIA é “quando não existe simultaneidade”, ou seja, as ações não acontecem ao mesmo tempo.

Um evento com uma sala cheia de participantes que assiste a um conteúdo pré-gravado por exemplo. O “ao vivo” é o diferencial....

Se colocarmos estes conceitos no mundo dos eventos  vemos que não estamos falando de nenhuma novidade ou inovação. Um partida de futebol é síncrona e, portanto, pode ser caracterizada como um EVENTO HÍBRIDO. E uma convenção de vendas em um hotel com um depoimento do CEO pré-gravado e acontecendo na abertura do evento também é híbrido.
Certo?  Bom, na minha visão, não é um evento híbrido essa convenção de vendas.

Explico: para ser considerado HÍBRIDO o evento precisa ser considerado SÍNCRONO, ou seja, temos duas audiências simultâneas, a presencial no local do evento e a virtual que está participando de forma remota.

A importância dos participantes presenciais e remotos em saberem que estão presenciando aquela ação ao mesmo tempo faz toda a diferença. Assistir ao vídeo de uma convenção de vendas que você não foi presencialmente é a mesma coisa que ter ido?

Absolutamente não!  A experiência, a imersão e os cinco sentidos humanos fazem toda a diferença não é mesmo? Então a discussão sobre os eventos híbridos serem SÍNCRONOS ou ASSÍNCRONOS é irrelevante?  Também não concordo com isso. É relevante e muito! Duas audiências significam dois roteiros e estímulos distintos. Dá mais trabalho. Mas se a audiência for única e as pessoas puderem acessar aos conteúdos no horário que for mais conveniente também é importante e se é menos trabalhoso depende mais da tecnologia!

Complexo? Na minha opinião os eventos de todos os formatos presenciais, que foram até proibidos de serem realizados durante a pandemia, perderam a oportunidade de evoluir com esta discussão sobre simultaneidade e assumirem o formato HÍBRIDO como uma ferramenta para ampliar as audiências.

Uma pena!  Voltamos aos eventos que conhecíamos em 2019 ao invés de planejar e participar dos eventos de 2025. Voltar a “zona de conforto” é mais fácil e mais barato! Mas na minha opinião essa “volta ao passado” não leva em consideração as EXPECTATIVAS das audiências que evoluíram e muito durante a pandemia. Simples assim!

Mas ainda dá tempo... O mundo muda e evolui, mas nós seres humanos continuamos sendo gregários e os CINCO SENTIDOS continuam sendo a nossa forma de interação com os ambientes físicos. Mas a presença física não é mais a única forma de participar de um evento. O Futuro é híbrido!

Se for SÍNCRONO melhor e ideal, mas se for ASSÍNCRONO também é uma opção válida! 
E para deixar claro #eventospresenciaisforever  #colaboracaoéanossapraia  #eventossaoseguros e o Live Marketing não é para os fracos....

Tags: setor-de-eventos