LIVE MARKETING

5 fundamentos básicos dos eventos presenciais


18 de Outubro de 2021

Eventos são encontros de comunidades. Serão híbridos/virtuais com certeza. Este “hibridismo” vai oferecer possibilidades de expansão das audiências e não será um substituto aos eventos presenciais. Será um complemento tecnológico muito útil.

Hoje vou fazer uma outra reflexão fundamental neste momento de retomada do setor.

Não é porque eu falo direto que o futuro dos eventos será híbrido que a parte presencial não vai mais ocorrer. Muito pelo contrário!  

O grande benefício dos eventos híbridos será oferecer uma experiência presencial ainda mais elaborada e exclusiva. Será a convivência atuando junto com a conveniência dos virtuais. 

Evento de entrega do Prêmio Live 2021 

Neste sentido, queria descrever 5 pontos que eu acho fundamentais para a valorização e preservação das atividades eventos presenciais:

1- Comunicação não verbal: Existe uma teoria desenvolvida pelo prof. Mehrabian na universidade da Califórnia na década de 70 chamada Teoria 7-38-55. 7% é a pequena parte da comunicação que é realmente falada, sendo 38% o tom da voz e 55% linguagem corporal. 

Ou seja, por intermédio do Zoom estamos perdendo mais de 50% do que a pessoa está realmente falando. No evento presencial isso é potencializado pois emissor e receptor estão no mesmo local. 

Tecnologia ainda não criou algo que possa ajudar neste problema virtual.  Ponto para os presenciais! Se contar que uma atitude como o aplauso é uma atividade social não individual!

2- Networking – Se você está em um evento presencial (social/entretenimento/ corporativo) a chance das outras pessoas dividirem com você os mesmos interesses é muito grande. 

Desta forma, você ter a oportunidade de conhecer espontaneamente outros participantes sempre foi um dos grandes benefícios dos eventos presenciais.

Atire a primeira pedra quem nunca começou uma conversa com um estranho na frente de uma mesa de coffee break! Aliás, é por isso que eles sempre acontecem nos eventos. KKKK

3- Imersão – Se você viajou ou se locomoveu para um evento presencial, a convite ou pagando, você irá dedicar várias horas para esta vivência. Por isso temos que ser seletivos naquilo que escolhemos para participar presencialmente. 

Não é um click para sair da sala ou mudar para outra “janela” aberta (ok você pode olhar para o celular se a palestra for chata)     

4- Fator surpresa – Um boa organizador(a) de eventos sabe que surpreender os participantes é parte da fórmula de sucesso de qualquer evento. 

Teremos um “convidado especial” ou uma “cortina fechada” separando os ambientes são ferramentas básicas para se fazer isso ao vivo! Qualquer história tem um final impactante. Eventos também são assim! 

5- Experiência sensorial – Deixei para o final a carta mais importante! Truco! A utilização dos 5 sentidos humanos sempre foi e sempre será a grande ferramenta que qualquer evento tem que utilizar ao seu favor. 

Decoração, música, comida, cheiros, temperatura, luzes e imagens... Vale tudo. Junto e misturado! Somos Seres sociais, e, principalmente, sensoriais.    

Os sentidos são a nossa interpretação para o contexto que vivemos. E isso os eventos virtuais ainda estão longe de entregar. 

Degustação de vinhos à distância? Esquece... nenhum nerd do sillicon valley pensou nisso, ainda. Será? Vamos aguardar o futuro chegar... e para deixar bem claro: #somosgregários #eventospresenciaisforever, #colaboraçãoéanossapraia, #futurohíbridovirtual #eventosaoseguros #futuroseguro

Afinal o live marketing não é para os fracos!

 

Foto: Reprodução.

Tags: artigo | eventos-hibridos | eventos-presenciais | paulo-octavio-pereira-de-almeida