brand experience

Como identificar possíveis Briefings?


12 de Fevereiro de 2020

Todos nós sabemos da velocidade da implantação de eventos e ações de Live Marketing para ampliar a curva de vendas ou lançar novos produtos em novos mercados, certo ?  Os clientes também sabem desta velocidade e com certeza quando se preparam para fazer alguma atividade que gere receita futura ( Lançamento de novas marcas; novos produtos etc ) É o tal do “Planejamento”.

Se você tem interesse nesta área a sua maior fonte de informação/insights deveria ser a leitura de sites ou jornais voltados a comunidade de negócios. Ali a  matéria está em “ estado bruto” ainda precisando de algum tempo para realmente se transformar em um briefing com foco em Live Marketing.

Mas a informação está lá. Ai depende de você o que deseja fazer com ela. Vou comentar alguns exemplos práticos que através da minha leitura diária de jornais podem ilustrar que este meu ponto de vista tem um certo fundamento. Vamos lá!

Recentemente observei uma movimentação do fundo 3G ( Lemann/Telles & Sicupira) para ocupar nichos de mercado no setor de alimentação fora do lar que na minha opinião demonstram toda uma preocupação deles em crescer não somente organicamente.

Nos USA aonde tentam comprar o controle da rede Dominos pizza já possuem uma posição de liderança com o Burguer King e de relevância em Frango Frito com a marca Popeye´s e em Cafeterias com a marca Tim Hortons, pois bem aqui no Brasil aonde ainda “somente” estão presentes com Burguer King anunciam que vão lançar outras marcas para aumentar a participação deles neste setor. Ou seja este setor de alimentação fora do lar já tem um ótimo potencial hoje e existe uma tendência de termos mais investimentos por ai.

Outra movimentação interessante foi feita pela Familia Frias ( Folha de SP/UOL ) através da sua marca Pague Seguro ( a “maquininha de débito crédito” ). Fizeram um IPO nos USA desta empresa para sustentar o crescimento ( vertiginoso! ) de um serviço que alterou o mercado de adquirencia no pais.

Antes tínhamos o modelo de negócio de locação da maquininha ( Cielo/Rede/GetNet) e de repente aparece alguém com outro modelo de negócio ( venda ) e super capitalizado para ocupar uma porção do mercado que não era atendido antes por ninguém ( ambulantes , taxistas , etc ). Outro setor bem aquecido aonde as promoções e ativações podem fazer a diferença. A briga aqui é forte. Quantas oportunidades devem existir por causa desta situação de concorrência acirrada?

E mais recentemente a Familia Feffer ( Suzano ) a 5ª colocada no mercado de celulose resolveu fazer uma oferta ( bem sucedida ! ) para a compra do 1º colocado neste setor a Fibria. Esta negociação dizem as fontes iniciou-se no meio de 2017 quando muitos de nós ainda estávamos lendo os jornais e reclamando da situação economica.

Acho que já deu para entender o meu ponto certo?  Nós seres humanos que nos dedicamos ao segmento de Live Marketing sabemos que podemos fazer a diferença com as nossas ações e que depois de um longo período de retração econômica parece que teremos um novo período de crescimento positivo do PIB e com o natural impacto desta movimentação macro econômica no nosso setor. Ainda bem !  Mas atenção : Eu não acho que a postura de ficar esperando o atendimento “trazer mais um briefing” em um momento como esse a melhor opção. Ter uma postura pró ativa de antecipar possíveis ações de marketing a partir da análise da agenda de negócios eu acho pode ser uma ótima ferramenta em busca de novas receitas. Tudo depende da sua postura!

Mãos a obra! Ou melhor olhos na leitura! Boa sorte.....

Tags: g-ncia-ive-arketing