Digital

Tendências para o marketing 2021


13 de Janeiro de 2021 00:11

O ano passado vai com certeza ficar na memória de muitos empresários e empreendedores. 

O Covid-19, trouxe a todos a instabilidade, incerteza e novas formas de pensar. Principalmente sobre como estruturamos nossos modelos de negócios. 

Os avanços tecnológicos e as novas formas de trabalhar foram o legado desse ano atípico. E agora? Por onde começamos em 2021?

Segundo a pesquisa “Agenda 2021”, desenvolvida pela Delloite, multinacional em consultoria empresarial revelou que a atividade econômica, para as empresas brasileiras, está começando a aquecer e apresenta uma tendência de recuperação madura. 

Cerca de 42% dos entrevistados acreditam que em 2021, a economia ficará próxima ao que era no pré-Covid. Para 37% , a economia ficará abaixo do pré-Covid. 

Fatores como taxa de juros e outros índices econômicos mostram uma economia consistente, porém lenta.

A lição que a pandemia nos trouxe foi que antes de olhar para o topo das árvores é necessário ver como estão nossas raízes. 

O ano de 2021, será exatamente para que as empresas criem oportunidades de geração de valor para a sustentação de negócios a curto, médio e longo prazo. Nunca o time de colaboradores teve tanto peso.

67% das empresas aumentaram as vendas online e 35% dos empresários tiveram que pensar nisso como um escape em 2020. Investiram em e-commerce ou plataformas tecnológicas em seus negócios. 

Assim como adaptar o trabalho presencial ao home office, tendência que deve permanecer, 47% dos entrevistados devem aumentar ou manter as equipes de teletrabalho. Logo, os líderes devem se adaptar a este novo normal: Confiar na sua equipe de forma remota.

Outro tema que norteará este ano que se inicia, é a Gestão de Dados e a Segurança Digital. O que era algo futurístico, agora se tornou real e em larga escala. 

A inteligência artificial, big data e analytics se tornaram essenciais para as empresas, que precisam entender as personas cada vez mais e ver seus resultados em números. 

Além disso, no final do ano passado, a LGPD (Lei de proteção de dados), entrou em vigor, apressando ainda mais a adequação e a responsabilidade ética com os dados colhidos dos usuários.

A principal missão para este novo ano é driblar a volatilidade do mercado e a imprevisibilidade do potencial de receitas/vendas. Ou seja, precisamos estar com nossas raízes bem fincadas, um olhar no futuro, porém com os pés no chão. 

A máxima é a tecnologia como aliada aos processos e pessoas, e se estruturar mais antes de arriscar. O novo chegou! E para isso precisamos estar em contato com novas formas de pensar e ver 2020 como um aprendizado. 

Que venha um 2021 cauteloso e curioso para todos nós.

 

Tags: artigo | marketing-digital | Leandro-Rampazzo