Varejo

It’s all about convenience...


4 de Março de 2020

Devido às diferenças nos estilos de vida em todo o mundo, o termo conveniência é  relativo. 

De acordo com a Wikipedia: “Procedimentos, produtos e serviços convenientes são aqueles destinados a aumentar a facilidade de acessibilidade, economizar recursos (como tempo , esforço e energia) e diminuir a frustração”.

Referente às atividades cotidianas é consenso que uma conveniência moderna economiza trabalho e torna uma tarefa mais fácil ou mais eficiente do que um método tradicional. 

Como apontado na maior feira de varejo do mundo, a NRF, minimizar qualquer ponto de “fricção” na jornada de compra de seu cliente já é uma obrigação. 

Para isto, temos que conhecer com profundidade os hábitos e necessidades dos nossos consumidores e oferecer conveniência em todo o processo.

Os shopping centers nasceram e cresceram explorando, entre outros atributos, a conveniência. Pela própria essência de seu modelo de negócio levaram para dentro de seu espaço físico uma variedade de serviços para agilizar a vida dos clientes, como centro médico e laboratórios, academias, sapatarias, conserto de roupas, graphics centers, chaveiros, vallet, delivery, pedidos on-line, etc...

Esses serviços, em alguns casos focando a fidelização, se desdobraram e vão atender seus clientes onde eles estão. É o caso dos laboratórios que atendem a domicílio. Serviço impossível de se imaginar há poucos anos. É a conveniência da conveniência.

Muitas operações de varejo vão deixar de existir ou terão que se reinventar, mas também muitas coisas novas já estão por aqui. Essas inovações podem ser boas opções para complementar o atual mix de lojas.

Compartilho com vocês uma experiência pessoal que entrou em minha rotina por necessidade e por conveniência permanece.

Praticar esportes e atividades físicas sempre fizeram parte de minha rotina desde a adolescência. Ao longo da vida passei por muitas fases de restrição e repouso, mas com o tempo sempre retomava o ritmo. No entanto, na última vez, as lesões se agravaram e acabei conhecendo o Treino por Eletroestimulação - EMS - que promete em 1 sessão de 20 minutos, 2 vezes por semana, ser uma alternativa aos treinos diários e demorados nas academias tradicionais.

De acordo com Pedro Murano, educador físico e sócio do estúdio ebody Brasil, “O método alemão começou há pouco mais de 10 anos e chegou ao Brasil em 2017, e vem crescendo exponencialmente, atraindo pessoas com os mais diferentes perfis físicos.”, ou seja, amplia a base do mercado fitness, de forma personalizada, com inovação, tecnologia, conveniência, praticidade e experiência.

Temos que estar preparados e atentos para as rápidas e significativas mudanças de comportamento que estamos vivenciando. Elas não são mais restritas aos jovens Millenials, os 35 + também estão aderindo com rapidez as propostas inovadoras e revolucionando o mercado. 

Finalizo aqui esta reflexão, pensando em qual será a próxima conveniência que vou aderir.

Tags: artigo | ponto-de-venda | shopping-center | loja-de-conveniência