Geral

Quem são os verdadeiros VIPs em Eventos?


28 de Fevereiro de 2020

Dourado símbolo de exclusividade o rótulo vip com glitter pessoa muito importante - ícone vip Vetor Premium

Infelizmente não tive a oportunidade de ser mãe, mas eu e o destino quisemos que além de organizadora de eventos fosse professora e frequentemente sinto aquele desconforto de mãe, de não ter a resposta de pronto para algumas perguntas dos meus alunitos. A pouco tempo atrás, passei por uma dessas, um aluno me perguntou: “Quem criou o conceito VIP?”

Obviamente não sabia na hora, mas com jogo de cintura a explicação detalhada ficou para o próximo encontro. 

Numa breve pesquisa sobre o termo V.I.P = very important person, parece que não é uma criação inglesa, tão pouco americana e sim russa (vesmá imenítaia persona) proferida pelos russos (ex-aristocratas) que viviam na França e foram para o Reino Unido. Eles não tinham mais títulos reconhecidos, mas os privilégios foram mantidos ou “solicitados”. Já numa outra versão, fala-se sobre o período da II Guerra Mundial, onde militares britânicos ao transportarem líderes de alta patente não utilizavam o nome dos mesmos nos rádios e sim VIPs, evitando que o nome dos mesmos pudesse ser descoberto por espiões, enfim, independente da origem do acrônimo, esbarramos com o termo constantemente nos eventos, seja em espaços diferenciados e de luxo ou para identificar os convidados especiais que frequentam os mesmos e que merecem ou compram serviços personalizados e chics. Na era do live marketing então, ambientes cheios de experiências e marcas ávidas para encantar e de quebra mostrarem seu DNA, seus produtos e se aproximarem desse prospect ou já consumidor e até do influenciador que pode ampliar o impacto do branding.

Ao pesquisar sobre isso, me veio a indagação quem são os VIP´s dos Eventos? Como princípio de qualidade de atendimento, todo convidado deve ser tratado como VIP e quem trabalha na área se esmera muito para que isso ocorra de maneira geral ou pelo menos deveria. Mas sem romantismo, efetivamente temos os VIP´s e hoje em dia até uma nova nomenclatura os VVIP´s (que seriam os super Vips) que na concepção da palavra, seriam os que tem título (isso não se aplica mais, apesar de alguns se acharem reizinhos ou rainhas – desculpem o desabafo); podem ser os que tem cargos altos, os que tem atividades de destaque, os que representam algum grupo, ou talvez os que sejam próximo de alguém que tenham os quesitos já citados ou mais atualmente os que sejam belos(as), que tenham muitos seguidores, que tenham atitude e posicionamento, estejam em evidência por talento/fofoca/circunstância, não importa; com eles mais do que nunca o DNA de hospitalidade precisa estar impresso em todos os momentos de contato. Seja no RSVP, num valet service que não cante pneu, na solicitação de uma credencial pela hostess sorridente, na entrega de um drink - com ou menos açúcar?, na escolta de um segurança para áreas especiais, no motorista de uma van que para próximo a guia, na costureira que customiza uma roupa daquele jeitinho que o cliente quer, no maquiador que embeleza mais a pessoa, na moça da limpeza que deixa o espaço impecável, na tia da cozinha que corta as verduras milimetricamente, do staff que aguenta chiliques e devaneios, entre outras cositas. Esse alto padrão de atendimento, na grande maioria das vezes, são entregues por pessoas simples, não necessariamente com muito estudo, que moram longe do local do evento tendo que tomar muitas conduções para chegar lá, que tem que lavar o uniforme na madrugada para utilizar no dia seguinte, que tem um lanche bem diferente do que é servido aos convidados, que não sentam um minuto sequer, que ficam a disposição muito mais do que 08h, que não medem esforços para tratar com todo o carinho, eficiência e prontidão os VIPs e VVIP´s, independente de qualquer coisa. 

Chamo esse time de “cuidadores de VIPs” que tem uma atuação considerada por muitos de coadjuvante, mas é gente que faz, são os VIPs=very important professionals. 

Seja você o VIP ou o cara que trabalha para o VIP em eventos, não deixe de reconhecer, elogiar e tratar com delicadeza e consideração esses tantos profissionais que ajudam a fazer nosso Evento ser considerado VIP.

*Dedico esse texto aos bartenders, brigadistas, carregadores, copeiros, cozinheiros, controladores de acesso , encarregados de manutenção, faxineiros, garçons, montadores, motoristas, recepcionistas, seguranças, técnicos de AV,...que trabalharam e trabalham comigo de maneira exemplar.

**Os termos acima referem-se aos 2 gêneros 

Tags: artigo | live-marketing | eventos