Brand Experience

Que cor você quer para seus eventos?


12 de Fevereiro de 2020

Anos atrás, a onda verde chegou nos eventos como uma “moda” interessante, porém confesso tenho visto pouca adesão efetiva.

O que vemos são pequenas ações, na maioria marqueteiras, mas não porque façam parte da filosofia do cliente ou da agência ou do profissional que está responsável pelo evento e sim no máximo pontuais. Muitas discussões existem como a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), de 2010, que exige que os grandes geradores de resíduos, como grandes feiras, convenções, shows, enviem somente o que é considerado “rejeito” para os aterros sanitários. E que o se tem feito?!

A bandeira da sustentabilidade hoje em dia não é mais uma das alternativas das empresas é uma obrigação de marcas e pessoas para com o nosso castigado planeta. E não se refere a reciclar isso ou aquilo, é ter uma abordagem que se preocupe não com um discurso e sim com ações sustentáveis e menos impactantes ao meio ambiente. 

Listei algumas aqui para relembrar, sugerir, instigar, pedir para que profissionais do setor coloquem isso em sua prática e rotinas ao pensarem e organizarem projetos de eventos:

• O pensamento sustentável precisa estar em toda fase do evento – do criar ao planejar e porque não encaixar no briefing;
• Se usar plástico, recicle ou nem use plástico. Vai desde o não uso de canudinho, não embalar brindes, etc;
• Água a granel podemos utilizar jarras ou quem sabe dar uma caneca com logo de patrocinador e evitar os copinhos e garrafas de plástico, o que acham?
• Louças : Talheres e pratos de bambu, e outros produtos alternativos, já são fáceis de usar e achar e se estes forem  embalados, saquinho de papel, tá! E tem os copos biodegradáveis, de amido de milho, ...
https://www.embrapec.com.br/nossos-produtos/.
• Cardápio com produtos da época e vindos da região;
• Evite desperdício de comida, desde alertas aos convidados ao se servirem até formatos de serviço com porções individuais diminutas, finger food, entre outras;
http://www.bancodealimentos.org.br/.
• Organize a doação de sobras de alimentos e flores, para centros de reciclagem e ONG´s, assim ajudamos 2 vezes;
http://www.florgentil.com.br/.
• Priorize fornecedores que tenham pensamento, atitude e práticas verdes; (nos EUA alguns espaços de eventos dão descontos as empresas que contratam fornecedores “verdes” que atuam em seus locais, copiamos tanta coisa gringa, que tal essa?).
• Iluminação – pense no horário e características do local do evento, e uso de lâmpadas de LED;
• Estimule transporte coletivo - tem espaços que estão em locais privilegiados e também pense em programas de caronas e de carbono zero; (e até ajuda com que participantes não reclamem do preço do estacionamento) .
http://www.caronetas.com.br/.
https://bynd.com.br/.
http://www.neutralizecarbono.com.br/.
• Tecnologia: Aplicativos e material eletrônico são mais práticos e economizam papéis (Ex. crachá=código barra celular);
• Uniforme com tecidos dry fit ou com tecido orgânico
• Coletores: Lixos de reciclagem espalhados por todo o evento e parcerias com entidades e ONG´s;
https://souresiduozero.com.br/
• Cenografia: bambus, lona, materiais de ferro velho, sobras de embalagens da própria marca (galão, caixas, papelão, ....) ou priorize empresas que trabalhem com reciclagem reversa, onde produtos que poderiam ir para o lixo podem voltar aos eventos, como o pessoal da Bueno Cenografia com a linha puf puf . Pensar na criação do cenário de forma à ser reaproveitada várias vezes;
• Dentro da programação do seu evento, participantes podem contribuir com sua atitude, ou doando o troco de alguma compra ou percentual de inscrição para ONG´s que atuam nessas áreas; 

Bom, a ideia não é pensar Verde é pensar num mundo mais Colorido e quem pinta ele desse jeito somos nós organizadores de eventos, participantes de eventos, pessoas habitantes desse planeta. Boas reflexões e Ações !

Não conheço todos os fornecedores indicados, é produto de pesquisa pessoal, avalie antes de usar, mas pode ser um começo.

Tags: Artigo|Opinião|Ensaio