Esta página pode utilizar cookies.

Após dez anos desde a última edição, Maceió sediou mais um Salão do Imóvel entre os dias 2 e 5 de agosto.

O evento, aberto ao público, aconteceu no Centro Cultural e de Exposições Ruth Cardoso, em Jaraguá, e reuniu 24 construtoras - sendo essas, em sua maioria, alagoanas - em cerca de 40 estandes.

De acordo com o presidente da Associação das Empresas do Mercado Imobiliário de Alagoas (Ademi-AL), Jubson Uchôa, o evento teve o objetivo de fomentar vendas e ajudar a movimentar a economia do município de Maceió. Além das construtoras, estiveram presentes também fornecedores da cadeia produtiva da construção civil e representantes de Bancos para informações sobre financiamento.

O espaço teve ainda uma área de lazer com restaurantes e uma brinquedoteca para melhor receber e acomodar o público que compareceu ao evento. 

"Este é um excelente momento para a aquisição de imóveis, tendo em vista que as taxas de juros estão mais baixas. Além disso, os presentes tiveram muito mais possibilidades de fazer comparação de preços e achar o local que melhor correspondia às suas expectativas.", explicou Jubson Uchôa.

A Ademi-AL, Jubson lembra, realiza anualmente outros eventos voltados para o comércio imobiliário local, como o Festival Ademi da Casa Própria, que costuma acontecer em shopping-centers de Maceió, mas o Salão busca atingir um público mais abrangente e tem ofertas para todas as classes sociais.

A Mandala Promoção e Marketing foi a responsável pelo estande da Delman Empresarial, considerado o maior do Salão do Imóvel de Maceió. Além desse, a agência também cuidou do receptivo de mais quatro estandes participantes do evento.

Saiba mais sobre os serviços prestados pela Mandala Promoção e Marketing aqui.