Esta página pode utilizar cookies.

O alagoano tem a oportunidade, este mês, de realizar dois grandes sonhos: o da casa própria e do automóvel novo. Dois feirões começaram ontem, em Maceió, e devem movimentar mais de R$ 600 milhões em negócios. E vantagens não faltam para quem se interessa em adquirir um imóvel e um veículo com preços competitivos do mercado. A intenção é aquecer as vendas, que andam em baixa em Alagoas devido ao período de recessão econômica que o País atravessa.

Esta é a 12ª edição do Feirão da Casa Própria, promovido por meio de uma parceria firmada entre a Associação das Empresas do Mercado Imobiliário de Alagoas (Ademi/AL) e da Caixa Econômica Federal (CEF). O evento começou ontem e segue até o dia 29 de maio, com estandes montados em plena praça de lazer do Parque Shopping, no bairro de Cruz das Almas, em Maceió.

A estimativa dele é movimentar mais de R$ 600 milhões nas vendas. A previsão de público, segundo os organizadores, é de 10 mil visitantes até o fim do evento conjunto. O valor dos imóveis em oferta varia de R$ 90 mil a R$ 1,2 milhão.

O presidente da Ademi, Paulo Malgueiro, disse que, em 2016, são 11 construtoras e três imobiliárias distribuídas nos estandes e disputando o interesse dos prováveis clientes, além do estande da Caixa, que funciona como agência. Ao todo, conforme ele divulga, serão colocados 2.500 imóveis para financiamento (venda) entre casas, apartamentos, lotes e salas.

O feirão funcionará das 10h às 22h, de segunda-feira a sábado, e, aos domingos, de 12h às 22h. Com relação às estimativas de público e de movimentação de negócios, os números são semelhantes ao ano passado, de acordo com os organizadores.

O foco desta edição são os imóveis da habitação popular, cobertos pelo Programa Minha Casa Minha Vida (PMCMV) e pelo Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), cujo teto máximo é de R$ 225 mil.

O superintendente da Ademi, Diogo Rebelo, explicou que o cliente interessado deve se dirigir ao estande da Caixa, entregar a documentação (comprovante de residência, RG e CPF – fotocópia) e colher as informações do financiamento. Após esta etapa, dirige-se a algum dos estandes dos corretores, faz a simulação do que deseja e depois retorna ao estande da Caixa, para firmar o financiamento.