Esta página pode utilizar cookies.
Warning (2): getimagesize(/wp-content/uploads/2010/02/guilherme-duque.jpg): failed to open stream: No such file or directory [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 44]
Notice (8): Trying to access array offset on value of type bool [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]
Warning (2): Division by zero [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]
Notice (8): Trying to access array offset on value of type bool [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]

Com a necessidade humana de ter prazer e contemplar, o luxo é objeto de desejo, principalmente quando ilustrado numa vitrina de prestígio. Com infinitas possibilidades de inspiração, a beleza criada por trás das vitrinas pode vender história, glamour, experiência, sensações. Um trabalho criativo que exige conhecimento de seu público, pesquisa profunda do comportamento do consumidor no qual os artistas do Visual Merchandising podem gerar verdadeiras obras de arte que vendem.

Segundo Patrícia Rodrigues, expert no assunto e proprietária da Vitrina & CIA, a imagem da empresa refletida no ponto de venda deve ter "um olhar de dentro para fora" para representar a sua essência e capturar o consumidor por meio da mensagem subjetiva da emoção. O segredo da criação é construir uma nova imagem em cima dos signos, reinventar. Sendo assim, a empresa especialista e pioneira em Visual Merchandising no Brasil adotou a ideia de usar o lixo para contemplar o cenário das joias de alto luxo da marca Guilherme Duque, expostas em seu estande da feira Feninjer em fevereiro/10. Para isso, se juntou a Cris Rocha, artista-referência quando o assunto é material reciclável, para a transformação do lixo que vira luxo. A proprietária e artista plástica do ateliê Quinta Reverência espalha avisos pela cidade para doação de materiais recicláveis para o artesanato. Dessa iniciativa, são coletadas peças de madeira de excelente qualidade que vão de forma de sapato, móveis, biombos a tacos de piso, entre peças que se encaixam como lego, fazendo a vez de suporte e cenário de joias. Para representar a história da marca, as vitrinas resgatam o artesanal, com inspiração na rainha Maria Antonieta e referência principal no Castelo de Versailles da França. O universo épico é resgatado pelos delicados florais, nuances vintages e decupagem de vestidos de um livro francês infantil para colorir, aplicada pelo ateliê Quinta Reverência nos materiais reciclados.

vitrinacia

Tal artimanha para transformar certas referências estéticas em luxo é uma forma criativa e consciente de reaproveitamento de materiais. A sinergia do artesanato com o know-how da Vitrina & CIA resulta numa vitrina fina, sutilmente contemplada por elementos arquétipos que trazem a história de senhor Guilherme Duque, atuante no setor desde 1940 e de família tradicional de joalheiros.