Esta página pode utilizar cookies.
Warning (2): getimagesize(/wp-content/uploads/2014/05/festival-de-quadrilhas-do-piaui_foto_armando-trindade_jornal-da-Parnaiba.jpg): failed to open stream: No such file or directory [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 44]
Notice (8): Trying to access array offset on value of type bool [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]
Warning (2): Division by zero [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]
Notice (8): Trying to access array offset on value of type bool [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]

Já está tudo pronto para a 20ª edição do Festival de Quadrilhas Juninas do Piauí e a décima Cidade Junina. A abertura oficial do evento foi realizada dia 31/05, com o primeiro concurso de noivos juninos do Piauí. Neste ano, os eventos vão acontecer na Arena Show do Teresina Shopping. Neste ano são esperados 50 grupos juninos de todo o Piauí e municípios maranhenses. O Cidade Junina vai até o dia 07/06, e vai distribuir R$ 10 mil em prêmios para as melhores apresentações.

Foto: Armando Trindade/Jornal da Parnaíba.
[caption id="attachment_398965" align="aligncenter" width="533"] Na edição de 2010 são esperados 50 grupos juninos.[/caption] Além disso, a vencedora do tradicional concurso de quadrilhas vai representar o Piauí no Festival Iguatu Festeiro, realizado no Ceará. Para o presidente da Fundação Valter Alencar, deputado Henrique Rebelo, o Cidade Junina é, tradicionalmente, um evento responsável por engrandecer o calendário cultural nordestino. “Além de gerar renda, eles movimentam diariamente milhares de pessoas que prestigiam a cultura nordestina e contribuem para o fortalecimento de uma identidade cultural piauiense”, afirma Henrique. Wilson Soares, dirigente do Grupo Junino Chuva de Prata, do município de São Miguel do Tapuio, participa do Cidade Junina pela quarta vez. “O evento é uma forma de valorizar a cultura nordestina. Ela engrandece nosso trabalho, reconhece nosso esforço em promover a cultura no interior do estado e é uma oportunidade para troca de informações e conhecimentos acerca do nosso povo”, avalia o quadrilheiro. “Neste ano, a novidade é a realização de um casamento comunitário, a ser realizado no sexto dia de festa. Haverá uma missa e toda uma solenidade para celebrar a união dos casais” afirma a coordenadora do Festival de Quadrilhas, Izete Rodrigues. O acesso a todos os espaços do evento será gratuito.