Esta página pode utilizar cookies.
Warning (2): getimagesize(/wp-content/uploads/2011/09/Maquete-digital-CEC-1-560x230.jpg): failed to open stream: No such file or directory [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 44]
Notice (8): Trying to access array offset on value of type bool [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]
Warning (2): Division by zero [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]
Notice (8): Trying to access array offset on value of type bool [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]
Warning (2): getimagesize(/wp-content/uploads/2011/09/CEC-560x275.jpg) [<a href='https://secure.php.net/function.getimagesize'>function.getimagesize</a>]: failed to open stream: No such file or directory [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 44]
Notice (8): Trying to access array offset on value of type bool [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]
Warning (2): Division by zero [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]
Notice (8): Trying to access array offset on value of type bool [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]

O governo do Estado do Ceará, via Secretaria do Turismo (Setur), decidiu construir o segundo maior equipamento do Brasil, o Centro de Eventos do Ceará (CEC). A ideia é dedicá-lo a um segmento de grande impacto na economia cearense: o de feiras e de eventos. Reconhecendo a importância do setor, outros dois espaços para exposições e convenções estão sendo construídos no Crato e em Iguatu. [caption id="attachment_142372" align="aligncenter" width="560" caption="Maquete digital do Centro de Eventos do Ceará."][/caption] Dos R$ 536 milhões investidos nas obras, R$ 322,6 milhões vêm do Tesouro Estadual, R$ 150 milhões do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), R$ 63 milhões do Ministério do Turismo (Mtur), e R$ 611,9 mil da Prefeitura Municipal de Iguatu. [caption id="attachment_142369" align="alignleft" width="238" caption="Secretário do Turismo do Ceará, Bismarck Maia."][/caption] De acordo com Bismarck Maia, secretário de Turismo do Ceará, “para atrair grandes exposições, feiras e eventos, o Ceará precisava primeiramente de um espaço adequado”. Dado o primeiro passo com a construção do prédio, a Setur está cumprindo a rotina de trazer promotores e idealizadores de feiras e eventos para conhecer a obra. Além disso, ela tem ganhado promoção nacional e internacional. “Durante muitos anos, o Ceará viveu do turismo de lazer e precisava avançar e fortalecer outros setores para que não ficasse dependente apenas desse tipo de turismo, que já é nossa vocação. Estamos criando estruturas aeroportuárias, ampliando e reformando rodovias, construindo sistemas de abastecimento de água e esgotamentos sanitários. E, se estamos fazendo tudo isso, precisamos também investir no turismo de negócios e incentivar esse setor que, atualmente, é o que deixa mais recursos para a nossa população”, afirma o secretário. Os gastos per capita diários de turistas do segmento de negócios e eventos é quase o dobro em relação ao turismo de lazer. Em 2010, os gastos per capita diários foram de R$ 263,39 do turismo de negócios contra R$ 141,12 do turismo de lazer, segundo dados da Setur. Analisando os principais mercados nacionais emissores de turistas que visitam o Ceará via Fortaleza m busca do setor de negócios, identifica-se leve predominância dos residentes na região Sudeste. Em 2010, entre os brasileiros, o estado de São Paulo destacou-se como principal emissor, respondendo por 20,81%; em segundo lugar ficou o Pará, com a emissão de 14,21% do número de visitantes; e em terceiro lugar ficou Pernambuco, com a emissão de 9,48% de turistas. [caption id="attachment_142371" align="aligncenter" width="560" caption="O Centro de Eventos do Ceará (CEC), já está com 85% das obras concluídas."][/caption] Em relação ao mercado internacional, Portugal é o país que mais emite visitantes em busca de eventos no Estado, com 23,81%, seguido pelos Estados Unidos, com 14,29%, e pela Itália, com 11,11% do número de visitantes. Maia conta que, para fortalecer ainda mais o setor, já estão em fase de planejamento o Centro de Eventos do Litoral Oeste, em Flecheiras, e o Centro de Convenções do Litoral Leste, em Beberibe. A Setur, porém, aguarda a apresentação dos projetos pelos dois municípios para que sejam iniciadas as obras. [caption id="attachment_142373" align="aligncenter" width="560" caption="Maquete digital do Centro de Eventos do Ceará."][/caption] Centro de eventos do Ceará (CEC) Segundo maior centro de eventos da América Latina, com capacidade para abrigar até 30 mil pessoas de uma única vez, o CEC já está com 85% das obras concluídas e ocupa uma área total de 176mil m² em um terreno de 17 hectares. Depois de concluído, em dezembro, será o mais moderno do Nordeste e empregará cerca de 2.500 pessoas, direta e indiretamente. Paralelamente às obras do CEC, estão sendo priorizados os acessos a ele e a melhoria do tráfego na região, com a construção de quatro túneis de 9,5 metros de largura. Esses túneis vão eliminar dois semáforos e facilitar a entrada e a saída para o CEC. A construção já tem 69% das obras executadas. Os serviços, iniciados em 6 de novembro de 2010, têm prazo de 360 dias. As obras são realizadas pelo consórcio Galvão Engenharia S/A e Construtora Andrade Mendonça S/A, também responsáveis pelas obras do CEC.