Esta página pode utilizar cookies.

A exposição "Picasso e a Modernidade Espanhola", que reúne obras de Pablo Picasso e de artistas espanhóis, chega ao Rio de Janeiro. A mostra fica em cartaz no Centro Cultural Banco do Brasil Rio de Janeiro (CCBB-Rio), entre os dias 24 de junho e 7 de setembro, das 10h às 21h e terá entrada Catraca Livre. A exposição, com obras de 37 autores, aborda a contribuição de Pablo Picasso ao cenário espanhol e internacional da arte e a influência do fundador do cubismo e de seus contemporâneos. A maioria das obras de outros artistas são do pintor malaguenho, pertencentes ao Museu Rainha Sofía de Madri.

Fotos: Reprodução/Google.
[caption id="attachment_469612" align="aligncenter" width="562"] Cabeça de cavalo. Esboço para “Guernica”, 1937.[/caption] Entre as obras de Picasso presentes na mostra destacam-se Cabeza de Mujer (1910), Busto y Paleta (1932), Retrato de Dora Maar (1939), El Pintor e la Modelo (1963) e Mujer Sentada Apoyada Sobre los Codos (1939). Entre as pinturas, esculturas, desenhos e gravuras da mostra também destacam-se as obras Siurana, el Camino, de Miró; El Violín, de Juan Gris e Composición Cósmica, de Óscar Domínguez. [caption id="attachment_469611" align="aligncenter" width="514"]pablopicasso Mulher sentada apoiada sobre os cotovelos, 1939.[/caption] A mostra está dividida em oito salas, entre as quais Picasso: O Trabalho do Artista e Picasso, Variações, que mostram a relação do artista com a modernidade e sua diversidade criativa. Uma terceira sala entra no imaginário do artista para tentar descrever como ele concebeu Guernica e inclui estudos da obra sobre o bombardeio nazista sofrido por essa cidade. Os outros espaços mostram de forma transversal a relação do pintor malaguenho e dos demais modernistas espanhóis.