Esta página pode utilizar cookies.

Petrobras apoia 36ª Mostra de Cinema Internacional de SP

A Petrobras, uma das maiores incentivadoras do cinema nacional, patrocina por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura a 36ª edição da Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, a partir de hoje (19/10) à 02/11. Serão exibidos cerca de 350 títulos de mais de 60 países em 28 espaços entre salas de cinema, museus e instituições culturais da capital paulista. Esta é a 11ª vez que a Petrobras patrocina a Mostra, considerada uma das mais importantes do País. A abertura oficial da 36ª edição foi ontem (18/10) com a exibição do filme chileno NO, de Pablo Larraín. A edição deste ano vai homenagear Andrei Tarkóvski (1932-1986), um dos mais importantes diretores russos da história do cinema. Além da exibição de sua obra completa e de filmes biográficos ou inspirados no diretor, o MASP recebe a exposição Luz Instantânea: Polaroides de Andrei Tarkóvski, com uma coleção com 80 trabalhos originais em polaroide feitos pelo diretor entre 1979 e 1984. Para completar, a Cosac Naify lança o livro Tarkóvski - Instantâneos, reunindo 60 dessas imagens. Outros destaques entre os homenageados são o diretor japonês Minouru Shibuya (1907-1980) e o russo Sergei Loznitsar, que virá a São Paulo para apresentar seus filmes e participar de debates com os espectadores. A mostra está dividida em cinco seções: Competição Novos Diretores, com títulos de diretores que tenham realizado até dois longas; Perspectiva Internacional, panorama do recente cinema mundial; Retrospectivas, apresentando obras completas ou não de diretores importantes; Apresentações Especiais, de clássicos ou filmes de diretores homenageados, e Mostra Brasil, com títulos brasileiros inéditos. Todos os filmes brasileiros concorrem ao prêmio Itamaraty, mas, os totalmente inéditos no País - primeiro ou segundo filme de jovens diretores - estão também na seção Competição Novos Diretores.