Esta página pode utilizar cookies.
Warning (2): getimagesize(/wp-content/uploads/2012/04/RETROSPECTIVA-2012-franks_d_ola.jpg): failed to open stream: No such file or directory [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 44]
Notice (8): Trying to access array offset on value of type bool [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]
Warning (2): Division by zero [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]
Notice (8): Trying to access array offset on value of type bool [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]

O bar exclusivo para personalidades destacadas da sociedade argentina, Frank's Bar, em Buenos Aires, lançou um cartão muito especial para os seus clientes muito especiais. O Frank's cai na categoria de speakeasy, que era o nome dado aos bares clandestinos da época da lei seca americana e que ganharam esse nome porque os taberneiros sempre estavam dizendo aos clientes para falarem baixo ou 'Speak easy', em inglês.

Tudo nesse bar está rodeado de segredo - a menos que você seja um dos sócios. É claro que a entrada num lugar assim se faz mediante o uso de uma senha, que nesse caso vai mudando semanalmente. Ao perceber que alguns dos seus frequentadores mais importantes tinham deixado de aparecer porque perdiam o acesso à senha atual, o Frank decidiu relembrar-lhe que as portas do bar mais secreto de Buenos Aires estavam abertas para eles. Então enviou-lhes um cartão VIP que, à primeira vista, é o cartão de visita de um restaurante chinês, mas que quando exposto à luz negra revela a verdadeira identidade do cartão, impressa com tinta invisível UV. Nunca se é demasiado engenhoso na hora de manter o segredo, não é mesmo?