Esta página pode utilizar cookies.
Warning (2): getimagesize(/wp-content/uploads/2011/08/promoview_cincoanos6.jpg): failed to open stream: No such file or directory [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 44]
Notice (8): Trying to access array offset on value of type bool [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]
Warning (2): Division by zero [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]
Notice (8): Trying to access array offset on value of type bool [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]

O avanço tecnológico é o responsável pelo que há de  inovação nas campanhas promocionais realizadas em todo o mundo, que passam pelo uso de QR code, SMS, disponibilização de softwares via iPhone, projeções em três dimensões e Realidade Aumentada, entre outras. Fechamos a nossa apresentação com as melhores ações publicadas no review de cinco anos do Promoview, dando um destaque especial para as ações promocionais que fizeram uso das novas ferramentas digitais. O QR code passou a ser muito utilizado nas ações de marketing promocional. A DM9DDB, em 2009, criou o primeiro livro vivo do mundo fazendo uso dessa tecnologia. Ralph Lauren foi uma das marcas que mais esforços fez para situar-se na vanguarda tecnológica do mercado de luxo. A Editora Revistas dos Tribunais também pegou carona e usou a ferramenta promocional. O Palladium Shopping Center, em Curitiba (PR), inovou ao apresentar o BeeTagg, uma tecnologia que foi implantada no Brasil pela empresa PHD Mobi, e que promove interação com o público. A Heineken apostou na ação promocional via mobile nos Estados Unidos. Doritos bateu recorde criando a maior Realidade Aumentada do mundo. A Intel fez anúncio que podia ser tocado. A Unilever deu brindes via mobile e a Bauducco presenteou com viagem à Disney. Pepsi caiu bem no iPhone. SMS colaborativo ajudou o Terceiro Mundo. A LG criou o LG Mobile WordCup para os que adoram o SMS. Leitura nas latas em 2D foi a novidade apresentada pela Coca-Cola em Cingapura. McDonald's implantou o "McEntrega". A Claro fez festival de filmes. O Ministério Público quis acabar com a publicidade no celular. A Samsung tatuou os aparelhos. Stella Artois foi parar no iPhone. O Black Eyed Peas realizou o maior flash mob do mundo. A Campus Party foi, sem dúvida, o maior encontro das novas tecnologias. A tecnologia invadiu a Marquês de Sapucaí com os computadores Positivo. Um celular com defeito causou fim de namoro. Os fãs de Roberto Carlos puderam brincar com o calhambeque do Rei com a Realidade Aumentada. O Internacional de Porto Alegre (RS) aproximou-se de sua torcida via mobile. A Bullet usou GPS na ação promocional para OMO; a Refinaria virou Ilimitada para crescer no mercado promo com as novas tecnologias; Vivo fez ações via Bluetooth no Mato Grosso do Sul. Coca-Cola ajudou a desenvolver mobile marketing. A Unilever entregou prêmio de R$ 100 mil em promo via internet ou SMS; foi possível ser Jack Bauer por um dia; Rossi levou internet wi-fi à praia; a PromoOnline levou a Realidade Aumentada ao WTCC; a Nova Schin convidou internautas para gravarem vídeos; a Telefônica promoveu 'embaixadinhas no sofá'. Sinalização digital permitiu saber idade de transeuntes; a Costa do Sauípe foi divulgada nas redes sociais; internauta escolheu nome para Doritos; o iPhone brincou com a nudez das pessoas; o Google abriu a maior livraria digital do mundo; telefone gigante foi parar nas ruas da Suécia. Harry Potter ganhou outdoor 3D. Homem flutuou para promover game; Mini fez caça ao tesouro em smartphone; carro da Chevrolet flutuou em aeroporto; outdoor em 3D ativou sutiã; robô da Panasonic viajou de Tóquio a Kioto; a Nokia transformou celular em tinta. Atualmente, as ações promocionais em redes sociais são as mais utilizadas. Como são muitas as empresas utilizando essa tecnologia para ativar suas marcas, vamos deixar registrado em nosso review apenas a da Smirnoff. Mas, se quiser saber mais, basta visitar o nosso Canal Virtual e suas subcategorias.