Esta página pode utilizar cookies.
Warning (2): getimagesize(/wp-content/uploads/2010/01/campus4.jpg): failed to open stream: No such file or directory [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 44]
Notice (8): Trying to access array offset on value of type bool [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]
Warning (2): Division by zero [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]
Notice (8): Trying to access array offset on value of type bool [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]
Warning (2): getimagesize(/wp-content/uploads/2010/01/campus3.jpg) [<a href='https://secure.php.net/function.getimagesize'>function.getimagesize</a>]: failed to open stream: No such file or directory [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 44]
Notice (8): Trying to access array offset on value of type bool [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]
Warning (2): Division by zero [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]
Notice (8): Trying to access array offset on value of type bool [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]

Alguns participantes da Campus Party 2010 ficarão alojados em barracas dentro do evento, que ocorre até o domingo (31/01). Para "demarcar o território" vale de tudo, mas o mais comum é colocar a toalha em cima da barraca. Não há muito conforto, principalmente para abrigar duas pessoas.

A vendedora de equipamentos eletrônicos Melissa Pelhon, 33 anos, de São Paulo, veio acompanhar o marido no evento e tem apenas um colchão inflável em sua barraca. "Temos que enchê-lo um pouco toda a noite, pois de manhã acordamos com as costas no chão", conta. "Mas é ótimo poder acompanhar meu marido, que veio em todas as edições."

[caption id="attachment_44220" align="aligncenter" width="560" caption="Melissa Pelhon, que está acampada com o marido, diz que tem que encher seu colchão inflável todos os dias (Foto: Gustavo Petró/G1)"]Melissa Pelhon, que está acampada com o marido, diz que tem que encher seu colchão inflável todos os dias. (Foto: Gustavo Petró/G1)[/caption] Para Melissa, o problema não é o desconforto para dormir e, sim, o barulho que os outros participantes fazem de madrugada. "Ontem começaram a andar de skate às 2hs da madrugada", afirma. "Tem gente que chega das baladas gritando, outros começam a tocar música. Acredito que nos próximos dias isso vai melhorar". Muitos participantes ainda montavam suas barracas. Era o caso de Ricardo Cândido, de 25 anos. O empresário de São José do Rio Preto (SP), veio para participar de sua primeira Campus Party e quer fazer negócios. "Vou ficar aqui a semana toda e estou ansioso para ver a tecnologia WiMax", conta. "Quero também ver se consigo fechar negócios para minha empresa".

[caption id="attachment_44221" align="aligncenter" width="560" caption="Ricardo Cândido monta rapidamente sua barraca para participar o evento. Ele pretende fechar negócios para sua empresa (Foto: Gustavo Petró/G1)"][/caption]