Esta página pode utilizar cookies.
Warning (2): getimagesize(/wp-content/uploads/2013/04/moedeiro_P.jpg): failed to open stream: No such file or directory [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 44]
Notice (8): Trying to access array offset on value of type bool [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]
Warning (2): Division by zero [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]
Notice (8): Trying to access array offset on value of type bool [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]

As moedas escondidas dentro de cofrinhos e porquinhos estão fazendo falta no comércio.  Para estimular o uso do metal, o marketing da pernambucana Rede Banorte Matriz coloca nas ruas campanha de distribuição de moedeiros aos clientes em suas mais de 100 lojas em Pernambuco, na Paraíba e Bahia. Para facilitar o transporte, o moedeiro tem o formato de uma carteira, com compartimentos que fixam os diferentes tamanhos do metal e foi produzido por uma empresa de Piracicaba, interior de São Paulo. Uma pesquisa realizada pelo Banco Central afirma que uma em cada quatro moedas fabricadas no Brasil deixa de circular porque foi guardada por um longo tempo ou perdida. São cerca de R$ 508 milhões em moedas fora do mercado. A consequência direta é a falta de troco em muitas praças. As moedas de R$ 1,00 e R$ 0,50 são as mais escassas.