Esta página pode utilizar cookies.
Warning (2): getimagesize(/wp-content/uploads/2014/11/medalhas-olimpicas-reciclado.jpg): failed to open stream: No such file or directory [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 44]
Notice (8): Trying to access array offset on value of type bool [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]
Warning (2): Division by zero [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]
Notice (8): Trying to access array offset on value of type bool [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]

O sonho da imensa maioria dos atletas olímpicos e paralímpicos será oriundo da reciclagem de equipamentos eletrônicos. As medalhas das Olimpíadas e Paralimpíadas de 2016, que serão produzidas pela Casa da Moeda do Brasil (CMB), serão feitas com o reuso, reafirmando a postura sustentável dos Jogos. O presidente da CMB, Francisco Franco, torce para que os brasileiros conquistem um número considerável de láureas.

"A realização dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos no Rio de Janeiro é um evento muito especial e a Casa da Moeda não poderia ficar de fora. A nossa torcida é para que grande parte dessas medalhas seja conquistada pelos competidores brasileiros.", disse o presidente. A Casa da Moeda do Brasil  é uma empresa 100% pública, vinculada ao Ministério da Fazenda. A empresa, que completou 320 anos, é responsável pela produção do dinheiro brasileiro e de outros produtos de segurança. O acordo foi assinado entre Francisco Franco e o presidente do Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016, Carlos Arthur Nuzman. A CMB também fabricou as medalhas dos Jogos Militares de 2011 e dos Jogos Pan-Americanos de 2007, ambos no Rio de Janeiro.     CTA-anuário-BANNER-GERAL