Esta página pode utilizar cookies.

Maringá é palco das Olimpíadas Especiais das Apaes

Começou na última segunda-feira (05/11) e segue até dia 10/11, a 20ª edição das Olimpíadas Especiais das Apaes, na Vila Olímpica de Maringá. Para as empresas que fazem parte da cadeia do turismo, o evento é a oportunidade de gerar novos negócios. A estimativa do Maringá e Região Convention & Visitors Bureau (MRC&VB) é que os 1,5 mil participantes das Olimpíadas (entre atletas e dirigentes) deixem mais de R$ 700 mil na cidade em gastos com transporte, alimentação, hotelaria e comunicação, entre outros. De acordo com o presidente do MRC&VB, Fernando Rezende, a room tax, taxa simbólica e de contribuição facultativa cobrada sobre a diária dos hóspedes, que é fonte para a melhora e diversificação dos serviços turísticos e para estimular o aumento do fluxo de visitantes, deve aumentar durante os dias do evento. “As Olimpíadas Especiais das Apaes reforçam a vocação de Maringá para o turismo de eventos e esportivos e possibilita que possamos arrecadar mais room tax e contribuir para o desenvolvimento sustentável de nosso turismo”, diz. [caption id="attachment_243029" align="aligncenter" width="562"] Olimpíadas Especiais das Apaes[/caption] Durante o período dos jogos, jovens (meninos e meninas) com idade a partir de 12 anos, competirão nas seguintes modalidades: tênis de mesa, basquete, handebol, futebol de society, natação, ginástica olímpica, ginástica rítmica, judô, lançamento de dardo e capoeira. O evento é promovido pela Federação Nacional das Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apaes), em parceria com a Federação das Apaes do Estado do Paraná e com a Apae Maringá. A ação conta ainda com o apoio de órgãos governamentais, entidades e empresas parceiras. Fonte: Maringá CVB.