Esta página pode utilizar cookies.
Warning (2): getimagesize(/wp-content/uploads/2013/05/BHG_grupo-MB-Capital_rede_hoteleira_Para-NE.jpg): failed to open stream: No such file or directory [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 44]
Notice (8): Trying to access array offset on value of type bool [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]
Warning (2): Division by zero [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]
Notice (8): Trying to access array offset on value of type bool [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]

A IFC (International Finance Corporation), membro do Grupo do Banco Mundial, tornou-se um investidor âncora na BHG S.A.- Brazil Hospitality Group, por meio do empreendimento em ações no valor de US$ 25 milhões durante a bem sucedida oferta pública de, aproximadamente, US$ 200 milhões. O investimento irá apoiar a expansão das operações hoteleiras da BHG em cidades com demanda reprimida no Brasil, inclusive nas regiões norte e nordeste, onde o turismo de negócios está crescendo. Irá, ainda, ajudar a criar aproximadamente 4.500 empregos diretos durante a construção e 2.500 empregos diretos permanentes quando os novos hotéis entrarem em operação. Os estebelecimentos terão fortes vínculos com negócios em outros setores da economia, como o têxtil, de material de construção, serviços, artesanato e agronegócio. A BHG irá dotar práticas de construção  ecologicamente sustentáveis, o que pode gerar uma economia de até 20% no uso de energia e de até 40% no uso de água em relação aos projetos atuais.  Ainda, espera que seus novos hotéis obtenham o status Green Edge, a certificação de construção sustentável da IFC. "Nós valorizamos essa demonstração de confiança de uma instituição de primeira linha como a International Finance", disse Pieter van Voorst Vader, diretor-presidente da Brazil Hospitality. "Além do suporte financeiro, o seu conhecimento técnico irá nos ajudar a desenvolver novos hotéis com certificação de construção sustentável em nossas marcas econômicas".