Esta página pode utilizar cookies.

O Instituto Esporte & Educação (IEE) lança hoje (25/09), a primeira fase do plano de ação Esporte para Todos para a cidade de Recife (PE) no auditório do Centro de Artesanato de Pernambuco. A ação faz parte do projeto "Cidades da Copa", que propõe deixar para a Capital pernambucana um legado da Copa de 14, a partir da diversificação e democratização das atividades esportivas por meio do fortalecimento das políticas públicas e da qualificação dos profissionais que atuam no esporte, garantindo o direito da prática a todos os cidadãos. O evento contará com a presença da presidente do IEE, Ana Moser, do prefeito de Recife, Geraldo Júlio Mello Filho e de outras autoridades municipais e estaduais, além de personalidades do esporte e representantes do Unicef, Instituto Votorantim, Atletas pelo Brasil e Rede Esporte pela Mudança Social (Rems).   [caption id="attachment_329152" align="aligncenter" width="560"] Ana Moser (Foto: From ZDL).[/caption]

O projeto já foi realizado em outras seis sedes da Copa do Mundo de 14: São Paulo (SP), Porto Alegre (RS), Rio de Janeiro (RJ), Brasília (DF), Curitiba (PR) e Belo Horizonte (MG). "Em Recife, iremos apresentar o sétimo Plano de Esporte entre as cidades da Copa do Mundo.

[caption id="attachment_329155" align="aligncenter" width="560"] Raí, Ana Moser, Ida e Mauro Silva na etapa de SP (Foto: From ZDL).[/caption] A cada etapa sentimos que o movimento na direção do legado esportivo dos grandes eventos tem se fortalecido. As instituições públicas e privadas das Capitais têm se mobilizado para priorizar estratégias que aproveitarão os benefícios deixados pela estrutura do esporte. Assim, buscaremos o objetivo de desenvolver o Brasil por meio do esporte", explica a presidente do Instituto Esporte & Educação, Ana Moser. A primeira parte do projeto na Capital pernambucana irá avaliar a situação da cidade em relação a alguns temas como a estrutura voltada para a prática esportiva, incentivos governamentais, educação física nas escolas, formação de professores e atividades já desenvolvidas junto ao setor. A partir desta avaliação, será elaborado um plano de ação para todos, no intuito de colaborar com a administração pública para assegurar o direito universal ao esporte, estabelecendo-se as diretrizes para a próxima fase.