Esta página pode utilizar cookies.
Warning (2): getimagesize(/wp-content/uploads/2013/09/Projeto-inicial-é-atender-apenas-à-fábrica-de-automóveis-anunciou-Miyakuchi-no-Palácio-Piratini_foto_Marco-Quintana.jpg): failed to open stream: No such file or directory [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 44]
Notice (8): Trying to access array offset on value of type bool [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]
Warning (2): Division by zero [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]
Notice (8): Trying to access array offset on value of type bool [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]

Para garantir mais energia às suas fábricas de automóveis em Sumaré (SP), a Honda resolveu investir na construção de um parque eólico na cidade de Xangri-lá, localizada no litoral do Estado de Rio Grande do Sul. O local foi escolhido devido à grande disponibilidade de vento na região, além de uma ótima rede de transmissão e a presença de uma subestação a cerca de um quilômetro de onde ficarão as hélices. [caption id="attachment_327985" align="aligncenter" width="562"] Projeto inicial é atender apenas à fábrica de automóveis, anunciou Miyakuchi no Palácio Piratini (Foto: Marco Quintana).[/caption] O projeto foi anunciado no dia 24/04, na sede do governo gaúcho, no Palácio Piratini. A montadora japonesa investiu um total de R$ 100 milhões para a construção do parque eólico e segundos os executivos da Honda, a operação do parque está prevista para ser iniciada em setembro de 2014. O parque será equipado com nove turbinas de energia eólica de 3 Megawatts (MW) e capacidade para até 27 MW, resultando na geração de aproximadamente 85.000 MWh de eletricidade por ano. A quantidade é suficiente para suprir as necessidades de eletricidade anual da Honda para a produção de automóveis ou abastecer uma cidade de até 35 mil pessoas. [caption id="attachment_327988" align="aligncenter" width="562"] O parque será equipado com nove turbinas de energia eólica de 3 Megawatts (MW) e capacidade para até 27 MW (Foto: By Atitudes sustentáveis).[/caption] Com a construção do parque eólico no Rio Grande do Sul, a Honda pretende reduzir a quantidade de emissões de gás carbônico (CO2) na atmosfera, resultante das produções de automóveis. Dessa forma, além de investimento de energia renovável e limpa, a montadora pretende minimizar os impactos ambientais. A proposta do parque eólico faz parte de um conjunto de ações sustentáveis criados pela marca japonesa para reduzir em 30% as emissões de CO2 dos seus produtos globais até o final de 2020, com base em dados de 2000. Ainda em 2013, a Honda pretende construir uma “casa inteligente” na Universidade da Califórnia, em Davis, cuja fonte de alimentação será a energia solar.