Esta página pode utilizar cookies.
Warning (2): getimagesize(/wp-content/uploads/2014/05/google.jpg): failed to open stream: No such file or directory [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 44]
Notice (8): Trying to access array offset on value of type bool [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]
Warning (2): Division by zero [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]
Notice (8): Trying to access array offset on value of type bool [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]

O Tribunal de Justiça da União Europeia (TJUE) decidiu que empresas de ferramentas de busca, como o Google, devem conceder aos usuários do mecanismo o direito de apagar links com suas informações pessoais, armazenadas pelos servidores. Segundo informações da agência de notícias AFP, a decisão da justiça está baseada na ação apresentada por um cidadão espanhol que solicitou a retirada de seus dados pessoais da busca do Google. O Tribunal disse que “Qualquer pessoa tem o direito de ser esquecida na internet, sob certas condições”. Entre os requisitos está a inadequação dos dados, quando as informações são consideradas não pertinentes ou deixaram de ser, por causa do tempo transcorrido. O espanhol que iniciou a ação fez uma denúncia, em 2010, à Agência Espanhola de Proteção de Dados (AEPD) contra o jornal La Vanguardia e o Google. O órgão não aceitou o pedido no que se referia ao jornal porque considerou que as informações foram publicadas legalmente, no entanto ordenou ao Google que retirasse as informações da busca. A empresa, por sua vez, recorreu à Audiência Nacional Espanhola, que levou o caso ao TJUE. A decisão final foi dada no dia 13/05. A justiça entendeu que a empresa que administra a ferramenta de busca tem responsabilidade no tratamento das informações que armazena.

Fonte: Agência AFP.