Esta página pode utilizar cookies.
Warning (2): getimagesize(/wp-content/uploads/2014/11/forum-das-aguas.jpg): failed to open stream: No such file or directory [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 44]
Notice (8): Trying to access array offset on value of type bool [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]
Warning (2): Division by zero [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]
Notice (8): Trying to access array offset on value of type bool [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]

Com o objetivo de discutir a atual situação dos principais rios do Estado de Minas Gerais, o Consórcio Intermunicipal da Bacia Hidrográfica do Rio Paraopeba (Cibapar) realiza, em parceria com o Instituto Mineiro de Gestão (Igam), nos dias 4 e 5 de dezembro, o primeiro Fórum das Águas, a partir de 9h, no Instituto Inhotim. A inscrição para participar do evento pode ser feita pelo site. Norteados pelo tema “Escassez Hídrica e Saneamento: Impactos e Oportunidades”, especialistas e autoridades apresentarão um panorama dos impactos da estiagem ao longo de 2014, avaliando o período no contexto climatológico. A análise subsidiará a elaboração do Plano de Ação 2015, com abrangência e execução em todo o Estado. Autoridades políticas e representantes de órgãos públicos, comitês de bacias hidrográficas, sindicatos, associações, empresas privadas, produtores rurais, entidades e estudantes universitários participarão. Ao todo, 20 palestras serão ministradas durante os dois dias de evento. O tema “Gerenciamento em um cenário de risco: diagnóstico do período de estiagem em Minas Gerais”, com a diretora-geral do Igam, Marília Melo, abre o ciclo de palestras, expondo os reflexos da seca no estado e os planos para a gestão em situações de crise. Um dos focos da conferência será a Bacia do Paraopeba, principal afluente do Rio São Francisco, que apresentou queda no volume da água em alguns trechos. A proposta é tentar reduzir os possíveis problemas decorrentes da seca, com o desenvolvimento de ações de conscientização voltadas para a população e para os representantes dos 48 municípios mineiros impactados. O Fórum das Águas também vai apresentar o projeto executivo de saneamento e implantação de rede de esgoto na Bacia do Paraopeba. Na ocasião, os representantes do executivo dos municípios por onde passa o Rio assinarão o Protocolo de Intenções pelo Saneamento. A ação de marketing sustentável vai de encontro à meta do Plano Nacional de Saneamento Básico, um dos compromissos do Brasil com os Objetivos do Milênio das Nações Unidas. Até 2015, o objetivo é reduzir pela metade a proporção de pessoas que não usufruem desses serviços. Haverá ainda a assinatura do Protocolo de Intenções para a conclusão do Plano de Recursos Hídricos da Bacia do Rio Paraopeba, um compromisso entre o Cibapar, o Igam, a Agência Nacional de Águas (ANA) e o Comitê da Bacia do Paraopeba. Representantes dos setores elétrico, industrial e agrícola também vão expor visões e experiências durante a estiagem deste ano. “Pretendemos estabelecer uma efetiva gestão na administração pública entre as esferas federal, estaduais e municipais para buscar a redução dos impactos ambientais e sociais, com ações que visam o monitoramento, a gestão eficiente e a infraestrutura das entidades e órgãos envolvidos”, afirma Breno Carone, presidente do Cibapar.