Esta página pode utilizar cookies.

Festival do Turismo de Gramado, que tem início hoje (07/11), e segue até 10/11, confirma a consolidação do processo de internacionalização do evento que para a 25ª edição comemorativa, recebe delegações e representantes de cerca de 70 países. Para o diretor do Festuris, Marcus Rossi, a internacionalização do evento se solidifica na medida em que os expositores vêm para o festival em busca de negócios que se consolidam especificamente em Gramado. [caption id="attachment_333871" align="aligncenter" width="562"] Os diretores da empresa Feiras e Empreendimentos Marcus Rossi, Marta Rossi e Eduardo Zorzanello (Foto: Cleiton Thiele).[/caption] “O turismo emissivo do Sul do País e dos vizinhos do Mercosul é diferenciado em relação ao Centro do Brasil, o que acaba atraindo destinos e empresas do segmento de todo o mundo para fechar parcerias comerciais em nosso evento”, comemora Rossi. O diretor ainda lembra que a divulgação do Festuris nas maiores feiras de turismo dos quatro continentes também contribui para esse crescimento. “Temos uma grande amostra dos mais influentes destinos e serviços de turismo mundial reunidos em um mesmo ambiente, permitindo a ampliação dos negócios.” Um dos focos no processo de internacionalização é o mercado sul-americano. A participação do diretor do Festival do Turismo de Gramado Eduardo Zorzanello na Feira Internacional de Turismo da América Latina (FIT Buenos Aires) rendeu uma aproximação maior com o mercado latino-americano e algumas confirmações de expositores e convidados para o evento. Zorzanello oficializou o convite para a nova secretária nacional de Turismo do Paraguai, Marcela Bacigalupo, que deve prestigiar o Festuris.O diretor também aposta em uma ampliação na presença das províncias argentinas no Festuris, independente do estande do Governo Federal. “A participação ainda maior de países das Américas do Sul e Central também devem se destacar em 2014. Entre os destaques está Cuba”, comemora Zorzanello. Ele reforça o encontro com uma comitiva da Índia, que deve render a vinda do país para o evento também na edição do próximo ano. Fonte: Luiz Marcos Fernandes/Mercado e Eventos.