Esta página pode utilizar cookies.
Warning (2): getimagesize(/wp-content/uploads/2014/05/1517556_862555537103468_502647322873004875_n.jpg): failed to open stream: No such file or directory [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 44]
Notice (8): Trying to access array offset on value of type bool [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]
Warning (2): Division by zero [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]
Notice (8): Trying to access array offset on value of type bool [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]

A 14ª Feira Nacional do Livro de Ribeirão Preto, que acontece de 16 a 25/05, deve gerar uma movimentação financeira de R$ 21,9 milhões, segundo estimativa do Instituto de Ensino e Pesquisa em Administração (Inepad), coordenada pelo professor Alberto Borges Matias, doutor em Finanças pela FEA-RP/USP. Nos dez dias do evento, a feira espera receber cerca de 600 mil pessoas. Entre o público-alvo estão 100 mil alunos das redes estadual e municipal, 113 escritores locais, 98 escritores nacionais, seis escritores internacionais e quase 500 mil visitantes que se dividirão entre as mais de 600 atividades oferecidas, todas gratuitas, e os 120 estandes montados para venda de livros. As atividades acontecem em 14 locais diferentes, em uma área total ocupada de quase 90 mil m². Segundo Matias, a movimentação financeira estimada de R$ 21,9 milhões inclui os custos do evento e os gastos dos visitantes na própria Feira e no comércio local. O evento, que tem custo aproximado de R$ 3,5 milhões, gera 800 empregos diretos e 2.500 indiretos. Investimentos como o "Cartão-Livro", um vale para que os alunos da rede pública adquiram livros na Feira, o transporte e a alimentação dos estudantes, subsidiados pelos governos estadual e municipal, somam outros R$ 3,5 milhões. No aspecto cultural, a feira inova ao oferecer a primeira Biblioteca Digital "Árvore de Livros" e fomentar a participação de crianças e adolescentes da periferia mesmo antes do evento, com o projeto permanente "Feira nos Bairros". O aplicativo para celular da feira garante aos usuários de smartphones das plataformas IOS e Android acesso a toda a programação da feira, com a possibilidade de agendar atividades e compartilhar nas redes sociais. Neste ano, uma das mesas de debates da feira será voltada à discussão das questões ambientais. Na prática, a Fundação Feira do Livro de Ribeirão já tem um projeto ambiental em funcionamento, há várias edições, o evento faz o gerenciamento das emissões de gases de efeito estufa de suas atividades. Confira outras informações no site da feira.