Esta página pode utilizar cookies.

FBN participa da Bienal Internacional do Livro do Ceará

A Fundação Biblioteca Nacional (FBN/MinC) participa pela terceira vez consecutiva da Bienal Internacional do Livro do Ceará, que será realizada entre os dias 08/11 e 18/11, no Centro de Eventos do Ceará, em Fortaleza. Entre os dias 12/11 e 13/11, as especialistas em políticas públicas do livro, leitura e bibliotecas brasileiras Antonieta Cunha e Cleide Soares debaterão temas que envolvem o fomento à leitura e as práticas desenvolvidas nas cidades cearenses. No dia 12/11, a primeira participação da FBN no evento é com a coordenação da mesa “O poder público para as políticas públicas do livro e leitura” com Antonieta Cunha, responsável para Diretoria do Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas da FBN (DLLLB), das 10h às 12h, na Sala três. No mesmo espaço, às 14h, Cleide Soares, coordenadora geral da DLLLB, media a mesa “Experiências de leitura nos municípios cearenses”. E encerrando as atividades da FBN na feira, ambas participam, no dia 13/11, das 10h às 12h, da reunião de agentes de leitura, na Sala três. A X Bienal Internacional do Livro do Ceará resgata a história da "Padaria Espiritual: o pão do espírito para o mundo”. Trata-se de um importante movimento artístico cearense que obteve repercussão nacional e 120 anos depois da sua criação recebe essa homenagem. A Padaria Espiritual era formada por escritores, pintores e músicos, que com humor, talento e ousadia chocou a Fortaleza elitista de 1872, que na época sofria grande influencia da Academia Francesa. Também são homenageadas a Semana de Arte Moderna; o centenário do Rei do Baião, Luiz Gonzaga e dos escritores Jorge Amado e Nelson Rodrigues; o grande representante da poesia popular do Nordeste, Joaquim Batista de Sena e os 150 anos de nascimento da escritora cearense Francisca Clotilde.