Esta página pode utilizar cookies.
Warning (2): getimagesize(/wp-content/uploads/2013/04/favela-rio-de-janeiro-google-maps.jpg): failed to open stream: No such file or directory [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 44]
Notice (8): Trying to access array offset on value of type bool [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]
Warning (2): Division by zero [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]
Notice (8): Trying to access array offset on value of type bool [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]

Segundo matéria publicada no dia 09/04, no Estadão, favelas do Rio Janeiro estão sumindo da busca do Google Maps, como a Favela Sumaré e Favela Morro do Chacrinha, na Zona Norte do Estado. A explicação para tal fato tem origem na própria Prefeitura do Rio, que há quatro anos havia pedido por intermédio da RioTur a retirada das comunidades. Na mudança, o termo “favela” também foi suprimido na localização de algumas comunidades, deixando de exibir todos os resultados na capital carioca.

No blog “Cidades Possíveis”, duas imagens comparando os mapas de 2011 e 2013 foram publicadas no último sábado (06/04), e em poucos minutos foram compartilhadas em outros sites e nas redes sociais. Nos comentários, alguns internautas apoiaram a mudança por conta do turismo no local, enquanto outros afirmavam que as alterações feriam a segurança dos cidadãos, que por exemplo, poderiam traçar uma rota com o Google Maps e acabar passando por uma favela sem saber. Em 2009, foi solicitado ao Google a inclusão de pontos turísticos e a diferenciação de favelas e bairros, alegando que o aplicativo está omitindo locais e dando destaque a favelas com um número pequeno de habitantes. Dois anos depois, a companhia se comprometeu em melhorar a qualidade das informações em um prazo de seis a 12 meses. Ainda de acordo com a reportagem, o Google foi procurado para esclarecer as mudanças e a forma de nomenclaturas da cidade, contudo, a empresa disse que “Não divulga as particularidades das negociações com os parceiros”.