Esta página pode utilizar cookies.

Já não é de hoje que os maiores filmes da indústria cinematográfica moderna exigem mais e mais recursos tecnológicos para a criação de suas obras.

Com isso em mente, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas (popularmente conhecida como a entidade por trás do Oscar) juntou esforços à Linux Foundation para criar a Academy Software Foundation (“Fundação de Software da Academia”, na tradução literal), ou, simplesmente, “ASWF”.

A nova entidade consiste em um fórum neutro de discussões, organização e colaboração do aspecto tecnológico da indústria cinematográfica e já conta com diversos estúdios de primeira linha como associados.

Segundo um estudo conduzido pela própria Academia, cerca de 80% das grandes produções do cinema são dependentes da tecnologia moderna. Considerando o nível de animações produzidas por estúdios como Pixar, Dreamworks ou as cenas em CG das criações da Marvel Studios, é de esperar um alto envolvimento de softwares de efeitos especiais e edições abstratas o que, consequentemente, requer profissionais capacitados na operação dessas aplicações.

Assim sendo, a maior parte dessa tecnologia empregada é aberta (open source). Porém, há dificuldade da Academia em manter-se atualizada quanto a licenciamentos e diferentes versões de softwares. Segundo Rob Bredow, uma das lideranças da entidade e diretor-executivo de criação para a Industrial Light and Magic, em entrevista durante o anúncio da ASWF, “À medida que a indústria open source amadureceu, percebemos que, com o tempo, hospedar todo o software em diversas empresas comerciais trouxe alguns desafios que não envelheceram muito bem. Estava ficando complicado ficarmos a par de desenvolvedores mudando de empresas, das versões dessas ferramentas e softwares e como elas se comunicam entre si, gerenciar todos os acordos de licenciamento...toda a mecânica de cuidar da nossa indústria open source."

Já Andy Maltz, diretor-executivo do Conselho de Ciência e Tecnologia da Academia, disse que “Isso é algo inédito [para a academia]. Ela nunca emprestou seu nome para algo que não tivesse o mais completo controle. Nosso trabalho é proteger a ‘santidade’ do Oscar e levar adiante a evolução da arte e do cinema. Vimos que oferecer um fórum para desenvolvedores, engenheiros e outros profissionais técnicos, facilitando assim o desenvolvimento de aplicações abertas, era essencial para o futuro da indústria cinematográfica.”

Os membros associados à ASWF em seu lançamento são diversos, incluindo nomes como Disney, Dreamworks, Unreal Engine, Intel, Cisco, Autodesk, Pixar, Google e Weta Digital.