Esta página pode utilizar cookies.
Warning (2): getimagesize(/wp-content/uploads/2012/05/DiaDasMães1-560x560.jpg): failed to open stream: No such file or directory [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 44]
Notice (8): Trying to access array offset on value of type bool [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]
Warning (2): Division by zero [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]
Notice (8): Trying to access array offset on value of type bool [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]

Considerada uma das melhores datas para os comerciantes, ficando atrás apenas do Natal, o Dia das Mães, 13/05, promete aquecer o mercado neste ano. Segundo a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), é estimado um crescimento de 5% nas vendas do varejo para a data, comparado ao mesmo período em 2011. O levantamento foi baseado na estimativa de consultas feitas ao banco de dados do SPC Brasil, Serviço de Proteção ao Crédito, para compras no cheque ou crediário. “O Brasil vive um momento de otimismo e é preciso aproveitar isso de todas as formas. Uma saída, por exemplo, é elevar o ticket médio, oferecendo um maior número de produtos em cada negociação”, explica Carlos Cruz. A diminuição nas taxas de juros cobradas pelos Bancos também é um dos motivadores para o período. O Índice Nacional de Confiança do Consumidor (Inec), divulgado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), apontou que o consumidor brasileiro planeja gastar mais nos próximos meses. Em comparação a março, o indicador de compras de bens de maior valor avançou 1,5%. “O vendedor profissional precisa estar atento à movimentação do mercado e desenvolver métodos de envolver o cliente durante o processo de compra, sempre de olho nos cenários macro e micro. O cliente deverá sentir que está investindo algo que lhe trará benefícios”, define Carlos Cruz. Olhando também para o mercado on-line, uma projeção realizada pela consultoria e-bit apontou que as vendas devem aumentar 25% em relação a 2011. O faturamento no período deverá chegar a R$ 950 milhões. Em 2011, a data movimentou R$ 760 milhões. “A internet é sinônimo de velocidade, em todas as áreas, e no comércio isso é vital para os negócios de uma empresa. Assim, quem aposta em cursos de capacitação, consegue desenvolver habilidades para simplificar o processo e transformar seus produtos em objetos únicos mesmo que fazendo parte de um universo tão grande quanto a web”, conta o diretor do IBVendas.