Esta página pode utilizar cookies.

Atual campeão do WTCC, o italiano Gabriele Tarquini pareceu não sentir falta da saída da equipe oficial da Seat da categoria e conquistou a vitória na segunda corrida da rodada dupla de Curitiba, com a SR-Sport, time que agora recebe apoio da montadora espanhola. O francês Yvan Muller com Chevrolet venceu a 1a. corrida. [caption id="attachment_48905" align="aligncenter" width="550" caption="Tarquini teve bom desempenho no WTCC"][/caption] Jordi Gene, também da SR-Sport, assumiu a ponta na largada, superando o pole Tom Coronel, enquanto Augusto Farfus Jr., da BMW, que saiu em 3º, perdia várias posições. O brasileiro ainda foi beneficiado pelo toque entre Andy Priaulx e Coronel, que tirou os dois da prova, mas completou a primeira volta só na 6ª posição, atrás de Gene, Tarquini, Robert Huff, Alain Menu e Yvan Muller. Os dois pilotos da SR-Sport trocaram de posições na terceira passagem, enquanto Huff foi superado por seus companheiros de equipe. O piloto da Chevrolet chegou a ser ameaçado por Farfus, mas conseguiu segurar o brasileiro. Tarquini e Gene não foram ameaçados pelo trio da montadora norte-americana e garantiram a primeira dobradinha da SR-Sport. Menu, Muller e Huff completaram os cinco primeiros, com Farfus em 6º. [caption id="attachment_48822" align="aligncenter" width="552" caption="Francês Yvan Muller, com Chevrolet Cruze fez a pole e venceu a 1a. bateria no WTCC"][/caption] [caption id="attachment_48918" align="aligncenter" width="573" caption="Os vencedores na coletiva oficial que encerrou etapa brasileira do WTCC"][/caption] [caption id="attachment_48078" align="aligncenter" width="534" caption="Bom público nas provas do WTCC em Curitiba."][/caption]