Esta página pode utilizar cookies.
Warning (2): getimagesize(/wp-content/uploads/2014/05/reciclagem-coca-cola.jpg): failed to open stream: No such file or directory [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 44]
Notice (8): Trying to access array offset on value of type bool [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]
Warning (2): Division by zero [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]
Notice (8): Trying to access array offset on value of type bool [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]
Warning (2): getimagesize(/wp-content/uploads/2014/05/reciclagem-coca-cola-1.jpg) [<a href='https://secure.php.net/function.getimagesize'>function.getimagesize</a>]: failed to open stream: No such file or directory [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 44]
Notice (8): Trying to access array offset on value of type bool [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]
Warning (2): Division by zero [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]
Notice (8): Trying to access array offset on value of type bool [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]

A Coca-Cola Brasil inaugura, até o final do ano, "Polos de Reciclagem" nas 12 cidades-sede da Copa do Mundo da Fifa 2014. As unidades terão maior eficiência, possibilitando triplicar o volume reciclado e a renda dos trabalhadores, oferecendo dignidade e segurança. O intuito é gerar a valorização dos materiais recicláveis, impulsionando toda a cadeia de reciclagem no País. O novo programa faz parte da política de reciclagem do Sistema Coca-Cola Brasil, que, só no último, ano investiu cerca de R$ 8 milhões em reciclagem. Em parceria com a Prefeitura de São Paulo, por meio da Autoridade Municipal de Limpeza Urbana (Amlurb), a Coca-Cola Brasil inaugurou no dia 27/05, a Cooperativa Polo Cooperleste, que já receberá parte dos materiais recicláveis coletados na Arena Corinthians, além de fazer parte da coleta seletiva do município de São Paulo. Todas as Cooperativas Polo estarão integradas ao programa Coletivo Reciclagem, que oferece capacitação técnica, equipamentos, atuações de impacto na autoestima dos catadores, acesso ao mercado e trabalho em rede.

Foto: Carol Coelho/Inova Foto.
[caption id="attachment_399019" align="aligncenter" width="562"] As Cooperativas Polo estarão integradas ao Programa Coletivo Reciclagem.[/caption] Hoje, cerca de 400 cooperativas são apoiadas em todo o território nacional por meio da plataforma Coletivo Coca-Cola, impactando 12 mil pessoas e com triagem de 15 mil toneladas por mês de material reciclável. O objetivo é profissionalizar as cooperativas de modo incluí-las na cadeia de valor, gerando renda justa aos catadores e proporcionando uma cadeia de reciclagem mais formalizada e funcional. A previsão é que cada Cooperativa Polo tenha equipamentos e logística que permitam triar mais de 1.800 toneladas, em seu potencial máximo, de materiais recicláveis por ano. A quantidade pode ser até três vezes maior do que a média processada pelas centrais espalhadas pelo Brasil.  A renda dos catadores também pode triplicar e chegar até R$2 mil (mês) por pessoa, impactando cerca de duas mil pessoas direta e indiretamente. Desde 1996, a Coca-Cola Brasil colabora para que o país seja um dos mais eficientes na reciclagem de materiais. Segundo Claudia Lorenzo, diretora de Negócios Sociais da Coca-Cola Brasil, o objetivo é empoderar e capacitar diversas cooperativas, posicionadas em lugares estratégicos.
Foto: Carol Coelho/Inova Foto.
[caption id="attachment_399020" align="aligncenter" width="562"]Claudia Lorenzo, Claudia Lorenzo, diretora de Negócios Sociais da Coca-Cola Brasil.[/caption]   “As cooperativas polo trabalharão em rede com as unidades apoiadas pelo programa Coletivo Reciclagem. Acreditamos que estamos com um modelo promissor, capaz de acelerar as potencialidades de cooperativas já existentes, aumentando a produção, a renda e a autoestima das pessoas envolvidas”, explica Claudia. Para desenvolver uma metodologia de excelência, com máxima eficiência em todas as cidades-sedes, a Coca-Cola Brasil elaborou uma estratégia para cada tipo e tamanho de cooperativa. Os investimentos englobam treinamento educacional para os cooperados, melhora no fluxo de produção, novos equipamentos, aumento da venda e formalização dos catadores. Gerenciamento de Resíduos Sólidos nos Estádios As novas Cooperativas Polo fazem parte dos esforços da Coca-Cola Brasil e seus fabricantes em prol da reciclagem, um dos legados da empresa para a Copa do Mundo da Fifa. Em parceria com a Fifa e com o Comitê Organizador Local (COL), a Coca-Cola Brasil será a responsável também pela ação de gerenciamento de resíduos sólidos da Copa do Mundo. A ação de marketing sustentável, que teve como teste a Copa das Confederações 2013, quando 70 toneladas de material foram destinadas à indústria de transformação, será realizada nas 12 cidades-sede do megaevento.
Foto: Carol Coelho/Inova Foto.
[caption id="attachment_399021" align="aligncenter" width="562"] A iniciativa da Coca-Cola irá beneficiar várias pessoas.[/caption] Para garantir a excelência do projeto, a empresa irá treinar toda a equipe de catadores que trabalhará durante os jogos, realizando o Treinamento para Gestão de Resíduos nos Estádios da Copa do Mundo da Fifa. Ao todo, serão 840 catadores capacitados. Durante a Copa do Mundo, todo o material reciclável produzido nos estádios será coletado e encaminhado para as cooperativas apoiadas pela Coca-Cola Brasil participantes do Coletivo Reciclagem. A estimativa é que sejam produzidas cinco toneladas de resíduos passíveis de reciclagem a cada partida da Copa do Mundo. As cooperativas polo farão parte desse processo recebendo parte do material reciclável oriunda da coleta dos estádios.