Esta página pode utilizar cookies.
Warning (2): getimagesize(/wp-content/uploads/2012/05/coca_diadasmaes.jpg): failed to open stream: No such file or directory [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 44]
Notice (8): Trying to access array offset on value of type bool [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]
Warning (2): Division by zero [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]
Notice (8): Trying to access array offset on value of type bool [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]

A Coca-Cola decidiu homenagear todas as mães do Brasil, por intermédio de uma mãe que nunca recebe homenagens: a do juiz de futebol. Em uma ação inédita, levou a mãe de um árbitro da Série B do Campeonato Carioca para acompanhar a partida apitada por ele, em Macaé, no Litoral Norte fluminense. Ao final da partida, após ser xingada inúmeras vezes, ela chorou ao ouvir os agradecimentos do filho, que revelou todo seu amor. Com a iniciativa, Coca-Cola espera estimular no próximo domingo (13/05), quando acontecem em todo Brasil as finais dos campeonatos estaduais de futebol, uma atitude mais amorosa em relação a esta mãe tão lembrada durante as partidas. É hora de pensar duas vezes antes de xingar a mãe do juiz, no dia dedicado a elas.

Durante a partida entre Serra Macaense e Tigres do Brasil, pela Série B do Campeonato Carioca, no Estádio Cláudio Moacyr de Azevedo, o “Moacyrzão”, em Macaé, o árbitro Diego da Silva Lourenço e a mãe Michele foram os protagonistas de uma cena inusitada. Ao invés dos xingamentos de praxe, a mãe do juiz foi aplaudida pelos torcedores, após uma emocionante homenagem antecipada de Dia das Mães. Sem se importar por ser alvo constante dos torcedores, Michele mostrou que mãe supera todas as dificuldades. “Ser mãe é nunca mais ter paz na vida, porque você se preocupa 24 horas, não importa se tem três ou 30 anos. Mãe é sempre mãe, não adianta. Ser mãe de árbitro é padecer duas vezes no Paraíso”, destacou ela. No caminho para o estádio, Michele e a mãe Lídice Pereira da Silva lembraram que avó de juiz é duplamente xingada. Enquanto elas chegavam para a partida, Diego se vestia para entrar em campo e lembrava o período - como jogador do juvenil do Bangu - quando não era simpático ao juiz. No entanto, foi a experiência apitando jogos para amigos que o motivou a seguir na profissão. Atuando pela Federação do Estado do Rio de Janeiro, Diego sabe que faz parte do jogo ter a mãe xingada. O jovem árbitro tenta sempre se manter alheio às provocações e garante que a mãe é a pessoa mais importante da vida dele. Poético, ele reforça “Mãe, não te mereço, te agradeço....Te amarei sempre”. A torcida deixou de lado as adversidades e o resultado de 4 a 3 a favor do Serra Macaense e se rendeu a homenagem. Com esta ação, Coca-Cola reforça que “Toda Mãe é essa Coca-Cola toda” e deixa uma mensagem para que neste domingo, Dia das Mães, torcedores não responsabilizem a mãe do juiz pelo resultado do jogo e prestem uma homenagem diferente a todas as mães do País. Veja o case aqui.