Esta página pode utilizar cookies.

Sem identificar os produtos, o CEO global da Nestlé, Paul Bulcke, reavaliou dois terços de seu portfólio que serão recuperados ou vendidos devido ao baixo desempenho, de acordo com entrevista ao Wall Street Journal. O executivo garante não irá tolerar marcas e negócios com fraco desempenho e reconhece que algumas questões deveriam ter sido abordadas antes para impedir que isso acontecesse. A Nestlé já começou a vender alguns ativos, como duas marcas francesas de água mineral e uma operação australiana de sorvetes. Ao se desfazer de algumas marcas, a companhia deve focar sua operação em negócios mais promissores, como o de nutrição infantil e de ração para animais de estimação.