Esta página pode utilizar cookies.
Warning (2): getimagesize(/wp-content/uploads/2014/05/Luiz-Eduardo-Franco-de-Abreu-e-Ricardo-Russowsky-na-Federasul.jpg): failed to open stream: No such file or directory [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 44]
Notice (8): Trying to access array offset on value of type bool [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]
Warning (2): Division by zero [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]
Notice (8): Trying to access array offset on value of type bool [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]

Os porto-alegrenses poderão usufruir, durante a Copa do Mundo, de uma prévia do que será o projeto de revitalização do Cais Mauá de Porto Alegre. Chamado de soft open, o espaço provisório à beira do Guaíba, localizado nos armazéns A e B, abrigará telão, maquete da obra, gastronomia, entre outras opções de entretenimento. Essas e outras novidades foram apresentadas por Luiz Eduardo Franco de Abreu, diretor-presidente da NSG Capital e representante dos investidores da Cais Mauá do Brasil S.A, no Tá na Mesa, da Federasul, no dia 07/05.

Foto: Ivan Andrade.
[caption id="attachment_395033" align="aligncenter" width="562"] Luiz Eduardo Franco de Abreu e Ricardo Russowsky durante o anúncio do projeto de revitalização do Cais Mauá.[/caption] De acordo com Abreu, o projeto orçado em R$ 700 milhões, aguarda Licença de Instalação (LI) para iniciar a obra. ?A previsão é iniciar as obras dois meses depois da Copa, que devem se estender ao longo de 2015?, disse, lembrando que o ritmo não é o desejado, mas a complexidade exige critério  por questões de segurança. A NSG Capital detém uma participação de 39% da Cais Mauá do Brasil, a GSS Holding (da Espanha) 51% e o Grupo Bertin, de São Paulo, 10%.
Foto: Divulgação.
[caption id="attachment_395034" align="aligncenter" width="560"]Cais Mauá passará por um processo de revitalização. Cais Mauá passará por um processo de revitalização.[/caption] O projeto  prevê a restauração de 11 armazéns construídos na década de 1920, a revitalização do prédio da Secretaria de Portos e Hidrovias (SPH) abrigará um hotel-conceito, um shopping center, torres comerciais e um centro de eventos no antigo prédio do frigorífico. A expectativa é a criação de 4,8 mil postos de trabalho, segundo Abreu. O Tá na Mesa é patrocinado pela Icatu Seguros e Capemisa Seguradora.