Esta página pode utilizar cookies.
Warning (2): getimagesize(/wp-content/uploads/2014/11/congresso-engenharia-aeronautica.jpg): failed to open stream: No such file or directory [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 44]
Notice (8): Trying to access array offset on value of type bool [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]
Warning (2): Division by zero [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]
Notice (8): Trying to access array offset on value of type bool [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]
Minas Gerais venceu a disputa para sediar, em 2018, o encontro bianual do International Council of the Aeronautic Science (Icas), o principal evento internacional do setor de Engenharia Aeronaútica no mundo. Belo Horizonte foi escolhida em uma seleção com outros seis países e anunciada pelo comitê executivo do Icas, durante o Congresso do Conselho Internacional de Ciências Aeronáuticas realizado em St. Petersburg, na Rússia, neste ano. Esta será a primeira vez que o evento será realizado no Hemisfério Sul.
Foto: Senado.Gov.
A escolha da Capital mineira é um marco para Minas Gerais, que nos últimos 11 anos tem investido no avanço da internacionalização do Estado. Além disso, o Governo de Minas tem incentivado o desenvolvimento do setor aeroespacial por meio de investimentos estratégicos dentro dos conceitos da cidade-aeroporto e aerotrópole. O Icas reúne mais de dois mil profissionais, entre engenheiros, cientistas, tecnólogos e gerentes aeronáuticos de mais de 40 países, e como o objetivo de criar oportunidades na indústria em nível internacional, estimular a cooperação e a integração da comunidade aeronáutica  e espacial e traçar as principais tendências de todo o setor, para o futuro próximo. Para o subsecretário de Investimentos Estratégicos da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sede), Luiz Antônio Athayde, a realização deste evento, fora do eixo Rio-São Paulo será fundamental para dar mais visibilidade do Estado junto a um público extremamente selecionado e formador de opinião de um setor estratégico no mundo, altamente empregador. “Sem dúvida esta é a confirmação de que a estratégia do Governo de Minas, de ampliar as atividades em setores intensivos em alta tecnologia está no rumo certo”, afirmou o subsecretário. De acordo com Luiz Antônio Athayde, o Governo de Minas Gerais vem direcionando esforços na atração de investimentos e na promoção do Estado como território competitivo para empreendimentos na chamada nova economia, na qual estão inseridas empresas  de classe mundial e fortemente integradas às cadeias globais de suprimentos, principalmente dos  setores aeronáutico, espacial e de defesa. O resultado destes esforços pode ser observado pela vinda do Centro de Engenharia da Embraer para Minas, a criação do CTCA e a concessão do AITN para o consórcio internacional, o BH Airport. Formado pelas empresas CCR e a operadora Flughafen Zurich AG, o grupo assumiu a concessão para exploração, manutenção e ampliação do aeroporto, por um período de 30 anos e será apoiado pelo Governo de Minas, para transformá-lo no novo hub de passageiros e cargas da região sudeste do Brasil.   banner innova